Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Covid-19. Venda de livros caiu com agravamento da infeção

Venda de livros caiu 65,8% na semana entre 16 a 22 de março.

Covid-19. Venda de livros caiu com agravamento da infeção

A venda de livros em Portugal caiu acentuadamente com o agravamento da situação epidemiológica causada pela Covid-19, no país e no mundo, de acordo com dados da GfK. Na semana entre 16 e 22 de março registou-se uma quebra de dois terços do valor (-65,8%), em comparação com a semana homóloga do ano passado. 

"A situação atual que vivemos está a afetar gravemente a venda de livros e a continuar assim será a pior crise que alguma vez já existiu neste mercado", refere António Salvador, diretor-geral da GfK Portugal, citado num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.  

Neste período, foram vendidos menos 121,6 mil unidades, o quer representa uma quebra de 1,6 milhões de euros no mercado total. Nos hipermercados a redução na compra de livros atingiu os 40%, tendo chegado aos 73% em livrarias e outros espaços de venda de livros.

As categorias mais atingidas foram a Vida Prática/Lazer/Atualidades (-75%), a Infantil/Juvenil (-64%) e a Literatura (-58%).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório