Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

AdC dá 'luz verde' à compra da BIF Portugal Wind pela operadora Finerge

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu 'luz verde' ao negócio da operadora eólica Finerge para adquirir o controlo exclusivo da BIF Portugal Wind, empresa de gestão de parques eólicos do Toutiço e da Lomba do Vale.

AdC dá 'luz verde' à compra da BIF Portugal Wind pela operadora Finerge
Notícias ao Minuto

13:25 - 10/10/19 por Lusa

Economia AdC

De acordo com a informação divulgada no site da AdC, o Conselho de Administração da autoridade reuniu-se na terça-feira, tendo adotado "uma decisão de não oposição na operação de concentração" Finerge / BIF.

A AdC considera que o negócio "não é suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva no mercado nacional ou numa parte substancial deste".

A operadora eólica Finerge quer adquirir o controlo exclusivo da BIF Portugal Wind.

A BIF é, atualmente, detida e controlada pela BIF II LUXGEN, que faz parte do grupo Brookfield, e faz a gestão de parques eólicos nos municípios de Pampilhosa da Serra, Góis, Arganil, Montalegre e Cabeceiras de Baixo.

Fundada em 1996, quando começou a desenvolver atividades de cogeração elétrica em Portugal, a Finerge é atualmente uma das empresas líderes no setor da produção de energia eólica no país, contando com 508 aerogeradores instalados nas 43 centrais que explora, sendo a energia eólica ali recolhida transformada em cerca de 2,12 TWh (terawatt-hora) de energia elétrica anualmente.

Em 15 de maio passado, a Finerge anunciou ter assegurado um financiamento de 706 milhões de euros e mais 92 milhões de euros em linhas de crédito para acelerar o seu crescimento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório