Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 26º

Edição

Principal banco estatal turco deixou de oferecer serviços a Caracas

O Banco Ziraat, a maior instituição estatal financeira da Turquia, deixou de oferecer serviços ao Banco Central da Venezuela (BCV), para evitar as sanções de Washington impostas ao Governo do Presidente Nicolás Maduro, segundo a imprensa venezuelana.

Principal banco estatal turco deixou de oferecer serviços a Caracas
Notícias ao Minuto

04:01 - 16/08/19 por Lusa

Economia Banco Ziraat

Segundo a Unión Rádio, a medida foi aplicada depois de a Assembleia Nacional da Venezuela (NA) denunciar que o banco turco era usado para "mobilizar dinheiro e importar produtos em liras turcas".

A Turquia é tida como um aliado do Governo do Presidente Nicolás Maduro e no mercado venezuelano é possível encontrar produtos básicos turcos.

A 09 de Agosto, o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia, Hamo Aksoy disse desaprovar a decisão dos EUA de "bloquear bens do Governo da Venezuela" e a possível "imposição de sanções globais".

"Preocupa-nos que essa ordem executiva agrave as dificuldades económicas que enfrenta o povo venezuelano e que tenha um impacto negativo nas iniciativas dirigidas a encontrar uma solução política na Venezuela", explica um comunicado das autoridades turcas publicado no Twitter.

No documento, a Turquia reitera que "para encontrar uma solução duradoura", para a crise política venezuelana, "todas as partes devem continuar a contribuir ao processo de diálogo político".

Em 05 de agosto, os Estados Unidos anunciaram o congelamento de todos os ativos do Governo venezuelano, uma decisão anunciada pela Casa Branca e que traduz uma escalada das tensões com Nicolás Maduro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório