Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 22º

Edição

China suspende compras de carne de porco a matadouro canadiano

A China vai suspender a licença para importação a uma produtora canadiana de carne suína, por alegadas falhas na segurança alimentar detetadas num lote, numa altura de tensões com Otava devido à detenção de uma executiva da Huawei.

China suspende compras de carne de porco a matadouro canadiano
Notícias ao Minuto

12:15 - 18/06/19 por Lusa

Economia China

A agência noticiosa oficial Xinhua informou hoje que as autoridades alfandegárias da cidade de Nanjing, no leste do país, encontraram vestígios de ractopamina, um aditivo alimentar proibido em muitos países, na carne de porco da firma Frigo Royal.

A mesma fonte avançou que a China suspenderá as importações oriundas da empresa e deixará de aceitar os certificados de qualidade emitidos pelo veterinário daquele matadouro.

Nos últimos meses, a China suspendeu as licenças de importação de outros dois matadouros canadianos e suspendeu todas as novas compras de sementes de canola oriundas daquele país.

A decisão surgiu após a detenção no Canadá da diretora financeira do grupo chinês das telecomunicações Huawei, Meng Wanzhou.

Meng foi detida a pedido dos Estados Unidos, por suspeita de que a Huawei tenha exportado produtos de origem norte-americana para o Irão e outros países visados pelas sanções de Washington, violando as suas leis.

Na sequência do caso de Meng, o empresário Michael Spavor e o ex-diplomata Michael Kovrig, ambos cidadãos canadianos, foram também detidos na China, por "prejudicarem a segurança nacional".

Analistas preveem que a China produza menos 130 milhões de porcos, este ano, devido a surtos de peste suína em todo o continente chinês.

O país que mais carne de porco consome no mundo deve assim perder um terço dos seus suínos, segundo um relatório do Rabobank, o maior banco mundial do setor de alimentos e agronegócio, com sede na Holanda.

A carne de porco é parte essencial da cozinha chinesa, compondo 60% do total do consumo de proteína animal no país. Dados oficiais revelam que os consumidores chineses comem 55 milhões de quilos de carne de porco por ano.

As autoridades chinesas autorizaram, desde o final do ano passado, os matadouros portugueses Maporal, ICM Pork e Montalva a exportar para o país.

Estimativas iniciais apontavam que as exportações portuguesas para China se fixassem em 15.000 porcos por semana, movimentando, no total, 100 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório