Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

"Os meus colegas muitas vezes não têm noção do clube que representam"

Capitão do Sporting diz ser uma responsabilidade ser dono da braçadeira de capitão e garante que tenta passar os valores leonino aos companheiros de equipa.

"Os meus colegas muitas vezes não têm noção do clube que representam"

Bruno Fernandes não esconde o orgulho que sente por assumir a braçadeira de capitão do Sporting. O médio português garante que se trata de um papel muito importante e cuja responsabilidade é gigante, razão pela qual tenta transmitir esse mesmo sentido de responsabilidade aos companheiros de equipa. 

"Ser capitão do Sporting é um orgulho enorme. Eu sou português e tenho noção da história do clube. Tento transmitir isso aos meus colegas, pois muitas vezes não têm noção do clube que representam, um clube como o Sporting. É verdade, está há 18 anos sem ganhar o campeonato, mas a pressão tem de estar cá", começa por dizer Bruno Fernandes, em entrevista à UEFA, prosseguindo. 

"Essa pressão é uma pressão positiva, quer dizer que as pessoas acreditam em mim, que os meus companheiros de equipa têm confiança em mim e acreditam que eu posso fazer algo diferente durante o jogo – e eu tenho de transformar essa pressão num factor bom para que possa dar o melhor de mim de maneira a ajudar a equipa", explica o capitão do Sporting. 

Bruno Fernandes aborda também os objetivos do Sporting na Liga Europa, numa altura em que faltam apenas dois dias para o jogo com os austríacos de LASK

"É um grupo difícil, mas o Sporting tem todas as capacidades para passar. Teoricamente, o PSV é o adversário mais forte. As nossas ambições passam por passar o grupo, se possível em primeiro, e depois pensarmos jogo a jogo vendo também o que sairá no sorteio", sublinha o internacional português, completando de seguida. 

"O Sporting tem de pensar em lutar contra qualquer equipa de igual para igual. Sabemos que vêm equipas da Champions, os terceiros classificados, que são sempre grandes equipas e clubes com história e excelentes jogadores, mas o Sporting já demonstrou em épocas anteriores que tem qualidade para defrontar grandes equipas", garante.

Sobre a possibilidade de em maio poder levantar o troféu da competição, Bruno Fernandes não esconde que seria uma conquista marcante, mas prefere não pensar nisso por enquanto. 

"Prefiro não pensar nisso já e sim passo a passo. Obviamente seria muito gratificamente, para mim e para os meus companheiros, deixar uma marca no clube como a conquista da Europa League", remata o médio leonino. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório