Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 11º

Edição

Marlene Freitas abre Mindelact no regresso a Cabo Verde

A coreógrafa e bailarina Marlene Freitas vai abrir a 24.ª edição do Festival Internacional de Teatro Mindelact, em novembro, na ilha cabo-verdiana de São Vicente, na sua primeira atuação no país após distinção na Bienal de Veneza.

Marlene Freitas abre Mindelact no regresso a Cabo Verde
Notícias ao Minuto

17:25 - 02/10/18 por Lusa

Cultura Coreógrafa

Sob o lema 'Arte, Alma e Afeto', o Festival Internacional de Teatro do Mindelo (Mindelact) acontece de 2 a 11 de novembro e terá 60 espetáculos de 38 grupos e artistas oriundos de 14 países, incluindo Portugal, foi hoje anunciado pela organização.

O destaque do evento vai para a atuação da coreógrafa e bailarina cabo-verdiana Marlene Monteiro Freitas, que fará a sua primeira atuação em Cabo Verde, após em janeiro ter sido distinguida com o 'Leão de Prata', prémio de carreira da Bienal de Dança de Veneza, em Itália.

Marlene Freitas vai apresentar o espetáculo 'De Marfim e Carne - As Estátuas Também Sofrem', no dia 3 de novembro, que irá inaugurar o palco principal do Mindelact.

"É um grande orgulho ter a Marlene para dois espetáculos no ano em que foi distinguida", sublinhou o presidente da Associação Mindelact, João Branco, em conferência de imprensa, recordando que a artista nasceu e começou a dançar no Mindelo e foi depois estudar na Bélgica em Portugal, onde reside há vários anos.

"Hoje é uma das coreógrafas mais importantes e conceituadas do mundo e ter ela aqui a fazer abertura do Mindelact é uma suprema honra para nós", afirmou João Branco.

Além de Cabo Verde e Portugal, o Mindelact vai contar com artistas do Brasil, Angola, Alemanha, Argentina, Cuba, Espanha, EUA, França, Gana, Marrocos, República Chega e Uruguai.

Nesta que é a segunda vez que o evento vai acontecer no mês de novembro - depois do ano passado - os espetáculos vão ser encenados em nove palcos, que incluem também largos e praças na ilha de São Vicente, numa forma de descentralizar o evento.

Durante o festival serão realizadas várias oficinas de teatro, consideradas como lugares de troca e partilha de conhecimento entre os artistas cabo-verdianos a estrangeiros.

Outra presença em destaque será a atriz brasileira Vera Holtz, muito conhecida pelos cabo-verdianos através das telenovelas, e que vai encenar o seu espetáculo 'Sonhos para Vestir'.

Tal como acontece desde há dois anos, o festival Mindelact terá uma extensão à cidade da Praia, em que um dos seis espetáculos vai ser do português Pedro Lamares, com 'A Poesia é uma Arma Carregada de Futuro'.

Considerado com o maior evento de artes cénicas do país e da África Ocidental, o festival tem como patrocinadores o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, a Câmara Municipal de S. Vicente e a Cooperação Portuguesa.

Num editorial publicado na página oficial na internet, a Associação Artística e Cultural Mindelact avançou que este ano o objetivo é manter o nível da programação do festival, uma vez que o público está a ficar cada vez mais exigente.

A Associação Mindelact destacou a programação com "forte presença nacional", entendendo que isso "reflete o momento rico por que passam as artes cénicas contemporâneas crioulas".

"Este é o evento da esperança. A um ano de completar umas pouco prováveis bodas de prata [25 anos], estamos cada vez mais conscientes da importância que o Mindelact tem no panorama teatral e cultural das ilhas, da sua influência enquanto força motriz do teatro em Cabo Verde e, talvez mais importante do que isso, do seu potencial ainda por explorar", perspetivou a organização.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório