Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Maria Matos despede-se de gestão pública com festa para famílias

Um dia "de festa para as crianças e famílias", de entrada livre, marca a despedida do Teatro Municipal Maria Matos, enquanto espaço gerido pela Câmara de Lisboa, a 14 de julho, antes de ser concessionado a privados.

Maria Matos despede-se de gestão pública com festa para famílias
Notícias ao Minuto

23:50 - 27/06/18 por Lusa

Cultura Teatro

"Realiza-se no dia 14 de julho a última edição do aoarlivre, um programa concebido especialmente para famílias e crianças, de entrada livre, das 15h00 às 22h00, que encerra este capítulo da vida do Maria Matos Teatro Municipal", refere aquele equipamento cultural, num comunicado hoje divulgado.

No jardim do Bairro das Estacas, junto ao teatro, irão realizar-se dez oficinas, "para pais e crianças, desde oficinas científicas, oficinas de conceção gráfica e impressão de cartazes a oficinas artísticas".

Nas oficinais científicas há "Insetos que se comem", "Brincadeiras pegajosas e coloridas" e "A nossa lua aqui tão perto".

Nas oficinas de conceção gráfica e impressão, a título de exemplo, com a ajuda da Oficina do Cego, as crianças vão criar "mensagens visuais que permitam dar voz à necessidade de expressão e intervenção face ao que nos rodeia", "com recurso a carimbos, stencil, caracteres de madeira e desenhos".

Com o coletivo Homem do Saco, vão "criar e imprimir um cartaz sobre este teatro e esta festa especial", usando "tipografia em caracteres móveis sobre papéis pré-preparados, com impressão de serigrafia".

O programa de oficinais artísticas inclui "Banquete", um "espaço de exploração sensorial para os muito-pequenos", com idades entre os seis meses e os três anos.

Da última edição do aoarlivre fazem parte também vários jogos, como o Jardim Zoológico Pedonal, de Nuno G.Mello, e instalações, caso de "21 peças construídas em madeira para serem exploradas por crianças e adultos", que serão colocadas num dos jardins do Bairro das Estacas.

Entre os vários espetáculos previstos, a organização destaca "O Baile das Coisas Importantes", de Joana Providência, com texto de Afonso Cruz.

Às 19:00 há um jantar, servido pela Cozinha Popular da Mouraria e, entre as 20:30 e as 22:00, "há música para dançar", com um DJ set do músico Benjamim.

O programa completo pode ser consultado no 'site' do Teatro Municipal Maria Matos.

Depois do verão, o teatro contará com um novo modelo de gestão, arrendado a agentes culturais privados.

O Teatro Municipal Maria Matos, um dos equipamentos culturais geridos pela autarquia de Lisboa, recorda que a missão desenvolvida até aqui será continuada no futuro Teatro Luís de Camões (LU.CA), com programação para crianças e jovens, e no Teatro do Bairro Alto (antiga sede do Teatro da Cornucópia), "com projetos emergentes e experimentais, no âmbito das artes de palco".

O período de apresentação de candidaturas ao concurso público para o projeto artístico do Teatro Maria Matos terminou a 24 de maio, tendo sido apresentadas duas propostas, de acordo com a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), da Câmara Municipal de Lisboa.

A presidente do conselho de administração da EGEAC, Joana Gomes Cardoso, a atriz e encenadora Natália Luiza, o dramaturgo e investigador teatral Jorge Louraço e o jornalista Nuno Galopim compõem o júri que irá selecionar "o melhor projeto artístico para desenvolver no Teatro Maria Matos".

O júri é presidido por Pilar del Rio, presidente da Fundação José Saramago.

O vencedor do concurso adquirirá "o direito a tomar de arrendamento o edifício, assegurando o [seu] funcionamento", "nos termos de contrato a celebrar", lê-se no 'site' da EGEAC.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório