Meteorologia

  • 23 MAIO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Corbyn descreve eleições como caso de "o sistema versus o povo"

O principal líder da oposição no Reino Unido, Jeremy Corbyn, lançou hoje a sua campanha para as legislativas de junho, apresentando-se como um populista recém-chegado, que derrubará um sistema político e económico "manipulado".

Corbyn descreve eleições como caso de "o sistema versus o povo"
Notícias ao Minuto

13:12 - 20/04/17 por Lusa

Mundo Reino Unido

O líder do Partido Trabalhista descreveu as eleições de 08 de junho como um caso de "o sistema versus o povo" e insistiu que o resultado não está decidido.

Os Trabalhista aparecem atrás dos Conservadores da primeira-ministra, Theresa May, nas sondagens e muitos dentro do partido pensam que o socialista Corbyn, 67 anos, está demasiado à esquerda para estabelecer uma relação com os eleitores.

Mas, no discurso de hoje, Corbyn deu voz ao 'sentimento' antissistema que tem obtido resultados na política dos Estados Unidos e da França.

Dirigindo-se a uma multidão de apoiantes e jornalistas em Londres, defendeu que as antigas regras elaboradas pelas elites políticas e económicas já não se aplicam.

"Eu não jogo de acordo com as suas regras e, se um governo Trabalhista for eleito a 08 de junho, também não vou jogar pelas suas regras", declarou Corbyn.

"São regras de ontem, definidas por elites políticas e empresariais fracassadas, que devemos deixar no passado", adiantou.

O líder trabalhista não dedicou grande espaço à grande questão que ensombra as eleições, a saída do Reino Unido da União Europeia.

Os britânicos aprovaram o 'Brexit' com 52% dos votos e May alegou que um reforço da maioria conservadora fortalecerá o Reino Unido nas negociações com o bloco europeu.

A questão é problemática para o 'Labour', que apoiou a permanência, mas que tem muitos deputados que representam áreas que votaram maioritariamente pela saída.

Corbyn disse hoje que as eleições são acerca do "tipo de país" que os britânicos "querem ter depois do 'Brexit'".

Adiantou que os Trabalhistas respeitam o resultado do referendo, mas querem garantir que os direitos laborais e a proteção ambiental se manterão quando o Reino Unido abandonar a União.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.