AO MINUTO
topo
O que tem um apartamento de 75 Milhões de euros? por: Vippy.tv

Imprensa Um morto e nove feridos em ataque no centro de Moçambique

Uma pessoa morreu e outras nove ficaram feridas, quatro das quais em estado grave, na sequência de um ataque hoje protagonizado por homens armados contra três viaturas civis, na província de Sofala, no centro de Moçambique.
Mundo
Um morto e nove feridos em ataque no centro de Moçambique Um morto e nove feridos em ataque no centro de Moçambique Um morto e nove feridos em ataque no centro de Moçambique
Lusa

Uma testemunha citada pela Rádio Moçambique disse que, primeiro, os atacantes atingiram o lugar do condutor de um autocarro, depois começaram a disparar indiscriminadamente contra os passageiros.

PUB

Uma viatura foi incendiada durante o ataque no troço entre as regiões de Machanga e Muxungué, próximo da zona da Gorongosa, onde o líder da Resistência Nacional Moçambicana, Afonso Dhlakama, agora em parte incerta, viveu no último ano.

O líder da Renamo instalou-se em Sadjunjira, província de Sofala, como forma de protestar contra a alegada ditadura da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder, face à recusa desta força política em aceitar a exigência da oposição de incorporar o princípio da paridade na lei eleitoral.

Na segunda-feira, as Forças de Defesa e Segurança de Moçambique anunciaram um ataque e ocupação do local onde Afonso Dhlakama viveu durante um ano e, segundo a imprensa moçambicana, houve pilhagens de bens do lider da oposição.

Na sexta-feira, a Renamo anunciou a morte do deputado da bancada parlamentar do maior partido da oposição, Armindo Milaco, em resultado do ataque das FADM à casa de Afonso Dhlakama, no centro de Moçambique, palco de confrontos entre o movimento e as forças de defesa e segurança.

Moçambique atravessa a sua pior tensão política e militar desde a assinatura do Acordo Geral de Paz, em 1992, na sequência do assalto pelo exército à base onde o principal líder da oposição, Afonso Dhlakama.

Regras de conduta dos comentários
12:44 - 22 de Outubro de 2014
Artigo patrocinado por Dacia
PUB
Os principais destaques todos os dias no seu email.
Preencha correctamente o seu Email.
PUB
PUB
RECOMENDAMOS PARA SI Moçambicanos rejeitam guerra civil para saída de conflito