Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 25º

Edição

"Costa e Centeno estão a fazer o contrário do que recomendam à Grécia"

A saída da troika da Grécia, oito anos após a chegada, foi notícia a nível mundial e em Portugal teve um especial impacto devido ao facto de o presidente do Eurogrupo ser também o ministro das Finanças português.

"Costa e Centeno estão a fazer o contrário do que recomendam à Grécia"
Notícias ao Minuto

08:30 - 21/08/18 por Patrícia Martins Carvalho 

Política Coro de críticas

Mário Centeno assinalou, através de uma mensagem em vídeo, a saída da Grécia do programa de ajustamento salientando que, ao fim de oito anos, o país "reconquistou o controlo pelo qual lutou". No entanto, frisou que esta reconquista é também sinónimo de "responsabilidade" acrescida.

As críticas não se fizeram esperar e vieram dos mais diversos quadrantes políticos. A mais recente é dirigida por António Leitão Amaro, deputado do PSD, segundo o qual António Costa e Mário Centeno, “por interesse partidário, sempre disseram o contrário relativamente a Portugal”.

“Sobre o nosso país, que saiu mais rápido [do programa de ajustamento económico e financeiro], mais limpo e com muito menos custos do que a Grécia, atacaram e desdenharam”, escreveu Leitão Amaro na sua página do Facebook, garantindo que o “mais grave é estarem a fazer a Portugal o contrário do que agora mesmo recomendam para a Grécia (que prossigam e aprofundem reformas estruturais, em vez de desistir ou reverter”.

Face a estas declarações, o social-democrata considera que tanto António Costa como Mário Centeno “reconfirmam assim que, com eles, Portugal não teria feito o necessário para a rápida saída limpa ‘logo’ em 2014”.

Recorde-se que além de António Leitão Amaro também João Galamba, Miguel Morgado ou José Gusmão criticaram o presidente do Eurogrupo pelos comentários tecidos no referido vídeo.

Enquanto o deputado socialista descreveu o vídeo como “lamentável”, considerando que o mesmo “apaga o desastre que foi o programa de ajustamento grego e branqueia todo o comportamento das instituições europeias”, o social-democrata acusa Centeno de ter “duas faces” e o bloquista pergunta se “ainda alguém tem dúvida sobre se o Governo ganhou um representante no Eurogrupo ou vice-versa.

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo foi ainda alvo de críticas por parte de Yanis Varoufakis, antigo responsável pelas Finanças gregas. “A Comissão Europeia insulta a insuportável miséria da Grécia com um vídeo que tem a estética/imoralidade da máquina de propaganda da Coreia do Norte”, escreveu no Twitter.

Entendimento diferente tem o socialista Ascenso Simões, que defende o ministro das Finanças, reprovando a postura do colega João Galamba. "Bem, estamos na época estival e até um cheiro Syriza pré-histórico fica bem no bronzeado burguês de Galamba", pode ler-se na sua página de Facebook.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório