Operação 'Tispol - Seatbelt'. Numa semana, mais de mil infrações

A GNR fiscalizou condutores de Norte a Sul. O Porto foi a cidade com maior número de infrações no que diz respeito ao uso do cinto de segurança e dos sistemas de retenção para crianças.

© iStock
País GNR

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou na última semana, de 13 a 19 de março, a fiscalização do uso do cinto de segurança e de sistemas de retenção para crianças (SRC, as chamadas cadeirinhas), direcionando as ações para as vias onde as infrações por falta de uso dos dispositivos de retenção são mais frequentes.

PUB

Assim, e durante a última semana, foram fiscalizados mais de 11 mil veículos, tendo sido detetadas 1.368 infrações por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou SRC (89% de condutores e 11% de passageiros), informa a GNR em comunicado.

Das fiscalizações feitas, de Norte a Sul do país, o Porto destaca-se por ser a cidade com maior número de infrações (308, no caso do uso do cinto e 14 no caso dos SRC). Segue-se Leiria, com o segundo maior número de infrações (171) no que diz respeito ao uso do cinto.

Do lado oposto, as cidades com menos registo de infrações foram Évora (19 infrações no caso do cinto e uma no caso das caideirinhas), Castelo Branco e Vila Real.

Esta operação, nota a GNR, foi realizada de igual modo em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (TISPOL - www.tispol.org/), organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é a representante nacional.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser