Recluso morreu e só deram por ele 10 horas depois

O homem de 42 anos não esteve presente na contagem da manhã e da hora de almoço mas a sua falta não foi notada.

© DR
País Coimbra

Um recluso do Estabelecimento Prisional de Coimbra foi ontem à tarde encontrado morto na sua cela, onde o cadáver esteve mais de dez horas antes de ser detetado.

PUB

Segundo o Jornal de Notícias, ainda não são conhecidos os resultados da autópsia para apurar a causa e hora da morte, mas um médico legista que analisou o cadáver no local disse que o detido já se encontrava morto há mais de dez horas.

O falecido encontrava-se na cela com um companheiro, mas este “não reportou nada de anormal”, tendo passado o dia nos espaços comuns da cadeia, julgando que o outro estava a dormir.

“Também nada foi constatado no período de almoço", hora em que é feita uma segunda contagem dos reclusos (a primeira é feita às 8h30 da manhã), disse ao jornal a Direção-Geral e Reinserção e Serviços Prisionais .

Outra fonte disse que o homem em causa era natural da Figueira da Foz, tinha 43 anos, e já estaria a ser acompanhado pelo Serviços Clínicos do Estabelecimento e pelos dos Hospitais da Universidade de Coimbra devido a sintomas de tuberculose.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser