Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
21º
MIN 13º MÁX 21º

Edição

Alvaiázere vai ter lar e centro ocupacional para deficientes

A Casa do Povo de Alvaiázere, no distrito de Leiria, prevê iniciar até ao final do ano a construção de um lar residencial e centro de atividades ocupacionais para deficientes, obra no valor de 1,3 milhões de euros.

Alvaiázere vai ter lar e centro ocupacional para deficientes
Notícias ao Minuto

11:00 - 04/05/15 por Lusa

País Leiria

"Temos o projeto de arquitetura feito, faltam agora os projetos de especialidade e esperamos iniciar a obra até ao final do ano ou no primeiro mês de 2016", disse hoje à agência Lusa a presidente da associação, Sandra Simões, salientando a importância do investimento para o concelho, onde não há uma resposta social neste âmbito.

Segundo Sandra Simões, o centro de atividades ocupacionais e o lar residencial para apoio à deficiência vão "colmatar uma lacuna no concelho", constatada no diagnóstico social.

Recordou que, atualmente, os cidadãos portadores de deficiência mental têm de deslocar-se aos municípios limítrofes, sobretudo Penela, no distrito de Coimbra, e Ourém, distrito de Santarém.

"O investimento vai ficar localizado junto ao novo centro de saúde, atualmente em construção, num terreno cedido gratuitamente pela Câmara de Alvaiázere que, em 2008, nos desafiou a concretizar este projeto", afirmou a presidente daquela instituição particular de solidariedade social.

A responsável adiantou que o lar residencial terá capacidade para 24 utentes, enquanto o centro de atividades ocupacionais para 30, prevendo-se a criação de cerca de 30 postos de trabalho.

Para o investimento, a associação, reativada há meia dúzia de anos e que tem a seu cargo o Contrato Local de Desenvolvimento Social +, conta com um financiamento de cerca de um milhão de euros, cujo protocolo com Instituto da Segurança Social foi assinado a semana passada.

"Vamos ter de fazer várias campanhas de angariação de fundos", admitiu Sandra Simões, esclarecendo que "está a ser feito o levantamento do número de pessoas com deficiência mental do concelho e quais as que têm necessidade mais urgente de irem para o lar".

Para a Câmara de Alvaiázere, liderada por Célia Marques, trata-se de um projeto "de enorme importância" para o qual "tem movido esforços com o intuito de apoiar a sua concretização".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório