Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 38º

Almeida recupera muralhas de Castelo Mendo que ruíram com mau tempo

A Câmara Municipal de Almeida, no distrito da Guarda, vai investir 1,7 milhões de euros na recuperação das muralhas da Aldeia Histórica de Castelo Mendo, que ruíram em janeiro, disse hoje o presidente do município.

Almeida recupera muralhas de Castelo Mendo que ruíram com mau tempo
Notícias ao Minuto

15:17 - 30/05/23 por Lusa

País Mau tempo

"[A verba] corresponde àquilo que nós tínhamos reivindicado no plano de recuperação das muralhas de Castelo Mendo. Estávamos a propor que [a intervenção] pudesse entrar no [quadro comunitário] 2030 e ficou direcionada para o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)", afirmou hoje António José Machado à agência Lusa.

O Ministério da Cultura atribuiu, no dia 18, a verba de 1,7 milhões de euros, através do PRR, para intervenção nas muralhas de Castelo Mendo, uma das 12 Aldeias Históricas de Portugal.

Os trabalhos a realizar, segundo o autarca de Almeida, justificam-se tendo em conta que parte da muralha da Aldeia Histórica desabou no mês de janeiro, devido ao mau tempo.

António José Machado referiu que a intempérie causou a derrocada de "cerca de 150 metros quadrados" da muralha.

O troço que ruiu localiza-se na zona sul da aldeia de Castelo Mendo, na primeira cintura da muralha do castelo que foi construída por Dom Sancho II, no século XIII.

A Direção Regional da Cultura do Centro teve "um papel muito ativo" no processo e acompanhou o mesmo desde o início.

O município de Almeida disponibilizou-se para avançar com a obra de recuperação da muralha por sua iniciativa, para intervir nos casos mais urgentes, mas com o apoio do PRR será possível "ir muito além" do previsto e será possível fazer "uma reparação maior".

"A muralha precisa de intervenção nela toda. [A verba de] 1,7 milhões de euros não dá para intervir na totalidade dos muros e na totalidade de Castelo Mendo, mas dá para fazer uma recuperação nas zonas mais degradadas e naquelas que precisam de maior intervenção. Há casos em que as próprias habitações estão muito encostadas ou mesmo em cima de muros e vamos dar prioridade a essas zonas, porque há o perigo maior de haver derrubes e de possíveis acidentes", justificou.

A aldeia de Castelo Mendo, que pertence à União das Freguesias de Castelo Mendo, Ade, Monteperobolso e Mesquitela, no concelho de Almeida, distrito da Guarda, está classificada como imóvel de interesse público e o castelo como monumento nacional.

O Ministério da Cultura revelou, no dia 18, que a reprogramação do PRR para o Património Cultural prevê mais 40 milhões de euros de investimento e intervenções em 29 monumentos, sítios arqueológicos e museus.

Segundo o Ministério da Cultura, os 40 milhões de euros que resultam da reprogramação juntam-se aos 150 milhões inicialmente previstos para a reabilitação do património cultural e as novas 29 intervenções acrescem às 49 já programadas.

Neste conjunto de novos investimentos para a Região Centro, incluem-se, para além do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, em Coimbra, a resolução dos problemas críticos das Muralhas de Castelo Mendo (Almeida), do Abrigo do Lagar Velho (Leiria), do Castelo e Muralhas de Trancoso, das Muralhas de Pinhel, da Sé de Viseu e da Igreja de Almedina (Coimbra).

Leia Também: Seca. Agricultores de Portalegre preocupados com venda e abate de animais

Recomendados para si

;
Campo obrigatório