Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

"Há quem esteja pior do que os polícias"

O ex-jornalista Miguel Sousa Tavares considerou esta segunda-feira, no seu espaço de opinião no ‘Jornal da Noite’ da SIC que a manifestação dos polícias tomou proporções “extremamente graves”, já que as forças de segurança “não podem perder a cabeça”. Além disso, de acordo com o comentador “há quem esteja pior” do que estes profissionais, com “piores pensões, piores salários e com menos protecção” estatal.

"Há quem esteja pior do que os polícias"

“As forças policiais e militares estão armadas e instituídas de autoridade para defender a República e a Lei. Não podem perder a cabeça, [já que] são pagos e treinados para isso. Não podem julgar que têm direitos particulares em relação aos outros manifestantes”, disse esta segunda-feira o comentador político Miguel Sousa Tavares, referindo-se à manifestação das forças de segurança que, na quinta-feira, invadiram as escadarias da Assembleia da República.

A falar na SIC, à margem da sua rubrica semanal no ‘Jornal da Noite’, o ex-jornalista condenou tais actos, classificando-os como “extremamente graves”, já que foram uma “forma de intimidação”.

Além disso “de todas as camadas da sociedade portuguesa, há quem esteja pior, [com] piores pensões, piores salários” e “menos protegidos”. O descontentamento “não devia, só por si, ser um motivo” para gerar estes protestos, rematou Sousa Tavares.

A título de exemplo, o escritor referiu que “não podemos aceitar que a Assembleia seja invadida, assim como a polícia não aceita que o seu quartel seja invadido”.

“Fica mal para a imagem da polícia”, concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório