Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Sindicato da PSP mantém protestos e entrega reivindicações aos partidos

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) indicou hoje que vai manter ações de protesto até que o Governo responda aos problemas e entregar o caderno reivindicativo aos partidos políticos para que intervenham junto do executivo.

Sindicato da PSP mantém protestos e entrega reivindicações aos partidos
Notícias ao Minuto

15:29 - 21/03/19 por Lusa

País ASPP/PSP

Em comunicado, a ASPP adianta que ainda não recebeu qualquer resposta do Ministério da Administração Interna (MAI) ao caderno reivindicativo entregue no final de fevereiro e no qual consta a "resolução urgente de matérias essenciais para o normal funcionamento" da PSP.

O sindicato frisa que vai continuar a desenvolver ações de protesto até que o Governo responda ao caderno reivindicativo.

Neste momento, a ASPP/PSP vai continuar, até ao final do mês, com o apelo feito em fevereiro aos polícias para que mantenham uma postura preventiva em alternativa às multas.

O presidente da ASPP/PSP, Paulo Rodrigues, disse à Lusa que, depois de março, outros protestos vão acontecer, como ações de rua por todo o país.

Sobre "a greve às multas", o presidente do maior sindicato da PSP disse que é difícil fazer um balanço, mas têm chegado relatos de polícias que apontam para bons resultados, sobretudo em Lisboa, Porto e Coimbra.

A ASPP indica também que vai hoje pedir reuniões aos grupos parlamentares para entregar o caderno reivindicativo e exigir que intervenham junto do Governo para que cumpra "os compromissos assumidos" perante os polícias.

Paulo Rodrigues afirmou que os partidos políticos têm de fazer pressão junto do Governo, tendo em conta que a Assembleia da República aprovou a atribuição do subsídio de risco e ainda nada foi feito.

Os polícias exigem o pagamento dos retroativos retirados desde 2011 dos subsídios em período de férias, tendo este corte sido já suspenso, mas continuam por pagar os retroativos, tal como foi decidido em tribunal.

Outra das reivindicações passa pelo aumento das listas da pré-reforma, revisão dos vários suplementos e criação do subsídio de risco.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório