Meteorologia

  • 07 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Em média, suicidam-se 84 portugueses por mês

Os dados do Instituto de Medicina Legal revelam que desde o início do ano se suicidaram, em média, 84 pessoas em Portugal, menos 4 do que no ano passado. De acordo com o Jornal de Notícias, o suicídio entre idosos está a aumentar, assim como o consumo de antidepressivos.

Em média, suicidam-se 84 portugueses por mês

No ano passado, o Instituto Nacional de Medicina Legal (INML) contabilizou um total de 1.057 suicídios em Portugal, o que perfaz uma média de 88 por mês.

Os dados deste ano, revelados pelo Jornal de Notícias no Dia Mundial da Depressão, revelam que não houve grandes alterações e que se suicidaram 84 pessoas por mês, ainda que os dias mais frios e escuros não tenham chegado.

Na opinião do director nacional do Plano de Saúde Mental, Álvaro de Carvalho, há que ter em conta que alguns casos que chegam ao INML transitam para o ano seguinte, pelo que os números podem não ser absolutamente fiáveis, e que há casos que nem chegam a ser reportados àquele organismo. De salientar, ainda, que de Janeiro a Agosto deste ano houve 232 mortes por causa indeterminada, que podem ter sido causadas por suicídio.

A principal causa que leva ao suicídio, de acordo com o JN, são os quadros de depressão profunda, que conduzem as pessoas a sentimentos de angústia e desesperança, e que atingem 7,9% da população portuguesa.

O desemprego e uma maior atenção por parte dos médicos e a diminuição do estigma em torno da saúde mental podem induzir ao aumento do número de diagnósticos, conta o professor de psiquiatria da Universidade do Porto, António Pacheco Palha.

O consumo de medicamentos antidepressivos registou, também, um aumento na ordem dos 5% nos primeiros oito meses do ano, chegando aos 5,1 milhões de embalagens vendidas. Contudo, este pode não ser um número viável, segundo o professor, por haver doentes que preferem comprar embalagens mais pequenas, devido ao preço.

A última publicação do Centro de Estudos e Avaliação da Saúde (Cefar), da Associação Nacional de Farmácias, não encontra relação entre o consumo de antidepressivos e o número de suicídios.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório