Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 32º

Rock in Rio Lisboa começa hoje com novo recinto e dia dedicado ao rock

A 'cidade do rock', instalada pela primeira vez no Parque Tejo, abre hoje às 13:00 dando início ao 10.º Rock in Rio Lisboa, que no primeiro fim de semana dedica um dia ao rock e outro às famílias.

Rock in Rio Lisboa começa hoje com novo recinto e dia dedicado ao rock
Notícias ao Minuto

06:13 - 15/06/24 por Lusa

Cultura Festivais de verão

Sob o mote "All in Rio", o cartaz do festival inclui dezenas de concertos, apresentações e performances espalhadas por 17 espaços de entretenimento, dos quais cinco são palcos.

A lotação para hoje, dia dedicado ao rock, está esgotada.

Os concertos principais acontecem no Palco Mundo, que começa hoje com os Xutos & Pontapés, acompanhados pela Orquestra Filarmónica Portuguesa, e encerra com os Scorpions, recebendo também os Evanescence e os Extreme.

Antes da atuação do cabeça de cartaz, o Palco Mundo acolhe um espetáculo de 'videomapping'.

Nos outros palcos dedicados à música hoje atuam Europe, Hybrid Theory, Pluto, Living Colour, Peste & Sida, Blind Zero, Rival Sons e The Legendary Tigerman, entre outros.

Nesta edição, que celebra os 20 anos do Rock in Rio em Portugal, não faltam a roda gigante, o 'slide' e a Rock Street, mas há também novidades como a Cupido House, onde haverá um Elvis Presley e uma Amy Winehouse disponíveis para celebrar casamentos, simbólicos.

A Cupido House é uma das atrações da Rota 85, criada para "contar de forma muito lúdica" a história de 20 anos de Rock in Rio Lisboa e 40 anos do Rock in Rio Brasil, que se celebram em janeiro de 2025, mas estão a ser comemorados este ano.

A pala do Parque Tejo, criada para acolher o Papa durante a Jornada Mundial da Juventude em agosto do ano passado, irá acolher outro novo espaço do festival, o "All Experience".

"Todos os sub30 [da equipa do Rock in Rio Lisboa] criaram uma exposição focada nos temas para um mundo melhor", explicou Roberta Medina. O resultado será visível nos dias do festival.

Com a mudança do Parque da Bela Vista para o Parque Tejo, o recinto do festival ganhou "mais 30 mil metros quadrados de área de público", o que segundo a organização permitiu "mais casas de banho e mais áreas de alimentação e bebidas".

Quem não quiser comprar água terá "mais de cem bebedouros" no recinto, "para conforto do público e para evitar as garrafas de plástico".

Embora o recinto tenha mais espaço, a lotação do festival mantém-se no máximo de 80 mil pessoas por dia, numa edição em que "o maior desafio com o público são os acessos".

Para chegar ao novo recinto do festival, a organização aconselha o uso de transportes públicos.

Hoje, no domingo, e nos dias 22 e 23 de junho irá circular um 'shuttle' entre a Estação do Oriente e a 'cidade do rock'.

De acordo com a diretora do Rock in Rio Lisboa, Roberta Medina, haverá uma via exclusiva para circulação do 'shuttle' entre a Estação do Oriente e a entrada do recinto, onde será montada a estação Rock in Rio.

Os bilhetes para o 'shuttle' têm o custo de um euro, se comprados com antecedência através da 'app' do festival, e dão direito a um copo reutilizável.

"Quem marcar [as viagens de 'shuttle'] só no dia paga dois euros e não ganha o copo", alertou Roberta Medina.

Os bilhetes podem ser comprados no local, mas para evitar filas a organização recomenda o uso da 'app'.

Além disso, quem optar por se deslocar de comboio pode sair na estação de Sacavém e fazer o resto do percurso até ao recinto a pé, que "são cinco minutos".

Domingo no Rock in Rio Lisboa será um dia dedicado às famílias, com as atuações de Fernando Daniel, Jão, Calum Scott e Ed Sheeran no Palco Mundo.

Nos outros palcos atuarão, entre outros, Jake Bugg, Carolina de Deus, Lukas Graham, Diego Miranda, Neyna, Iñigo Quintero, Lauren Spencer Smith e Capitão Fausto.

Leia Também: Rock in Rio Lisboa 2024: Seis dicas para viver o festival em pleno

Recomendados para si

;
Campo obrigatório