Meteorologia

  • 25 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 28º

Zona. Mitos em que não deve mesmo acreditar

Estima-se que cerca de 30% dos adultos em todo o mundo poderão desenvolver manifestações de herpes zoster.

Zona. Mitos em que não deve mesmo acreditar
Notícias ao Minuto

10:15 - 15/06/24 por Notícias ao Minuto

Lifestyle Saúde

Caso não saiba, o Herpes Zoster, mais conhecido como Zona, refere-se a uma infeção aguda causada pela reativação do vírusvaricella zoster, o mesmo agente que provoca a varicela, Francisco George, o presidente da Sociedade Portuguesa de Saúde Pública e ex-Diretor Geral da Saúde, em comunicado.

Para além disso, na forma latente o vírus está presente na maioria dos adultos, mantendo-se adormecido por anos, acrescenta. "Sem dúvida, é uma infeção que não pode ser subestimada, principalmente quando olhamos para a população acima dos 50 anos. No entanto, há ainda uma clara falta de sensibilização relativamente aos riscos que a doença representa."

Leia Também: Se julga que já sabe de tudo sobre Covid-19, desengane-se

Tendo isto em conta o especialista em saúde pública esclareceu alguns dos mitos mais comuns sobre a condição que se manifesta com lesões cutâneas que podem ser muito dolorosas. 

1.º Mito: "Sou saudável, por isso, não estou em risco de desenvolver a doença"

Infelizmente, à medida que as pessoas envelhecem, o sistema imunitário enfraquece, o que aumenta a probabilidade de reativação do vírus varicela zoster. Isto coloca as pessoas com 50 anos ou mais em risco de desenvolverem herpes zoster.

Mas, "a reativação do vírusvaricella zoster pode acontecer a qualquer pessoa e em qualquer idade, desde que esta tenha tido varicela. Ou seja, apesar de ser potenciada por fatores como o aumento da idade, a imunossupressão e a presença de doenças crónicas, a reativação do vírus explica a génese da doença, mesmo em pessoas jovens e saudáveis, tendo um impacto significativo a nível físico, psicológico, pessoal e profissional", explica. 

Leia Também: Saiba o que fazer quando tem uma infeção urinária durante a menstruação

2.º Mito: "Não posso fazer nada para evitar ter Zona"

Segundo o especialista, "evitar exposição solar, precaver situações de stress, dormir bem e manter uma alimentação equilibrada rica em frutas e vegetais são algumas das formas de prevenir a reativação deste vírus".

"Por outro lado, está demonstrado, no plano científico, que a imunização de adultos é uma importante medida para a prevenção de determinadas doenças infecciosas evitáveis pela vacinação. É o caso do herpes zoster que pode ser prevenido através da vacinação", acrescenta. 

3.º Mito: "O herpes zoster não é perigoso"

Normalmente, a maioria das pessoas que desenvolvem herpes zoster recupera totalmente passadas poucas semanas, mas em alguns casos podem "ocorrer complicações associadas a esta doença, sendo a mais comum a nevralgia pós-herpética que se caracteriza por dor incapacitante que pode persistir, mesmo por meses ou anos, após o desaparecimento das erupções cutâneas herpéticas". 

Existem muitas outras complicações que podem ocorrer como "alterações cutâneas por cicatrizes ou transtornos na pigmentação devidas à infeção secundária da erupção herpética; perda total ou parcial da visão (devido ao herpes zoster oftálmico); complicações no sistema nervoso periférico e central; problemas de audição e de equilíbrio; complicações cardiovasculares". 

Leia Também: Há uma altura do ano em que a herpes labial é mais frequente

Recomendados para si

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório