Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

Não há aulas na Rússia após temperaturas atingirem - 67º C

As temperaturas passaram dos 50 graus negativos na região de Yakutia. Aulas foram suspensas, apesar dos estudantes estarem habituados a ir à escola mesmo quando faz - 40º C

Não há aulas na Rússia após temperaturas atingirem - 67º C
Notícias ao Minuto

10:39 - 17/01/18 por Liliana Lopes Monteiro  

Mundo Rússia

Yakutia, na Rússia atingiu uns impressionantes – 67º C. Sem aulas, as crianças e os jovens da região correram às redes sociais onde publicaram fotografias a provar o frio que se faz sentir. Nas imagens podem ver-se pessoas com as pestanas congeladas e termómetros que partiram com as temperaturas gélidas.

Na região, situada a cerca de 5.300 km de Moscovo e onde vive um milhão de pessoas, os estudantes costumam ir à escola mesmo quando a temperatura chega a - 40º C. Mas esta quarta-feira as aulas foram canceladas e a polícia pediu aos pais para que os ficassem filhos em casa.

Na vila de Oymyakon, um dos lugares habitados mais frios do planeta, a TV estatal russa mostrou um termómetro que deixou de funcionar, porque só conseguia medir a temperatura até os 50 graus negativos. De referir que em 2013, Oymyakon registrou um recorde histórico de - 71º C.

No fim de semana, dois homens morreram congelados quando tentaram ir a pé até uma quinta depois de o carro onde seguiam se ter avariado.

Todavia, a assessoria de imprensa do governo de Yakutia já adiantou que todas as casas e estabelecimentos da região tem aquecimento central em funcionamento e acesso a geradores de energia para casos de emergência.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório