Meteorologia

  • 23 JULHO 2017
Tempo
25º
MIN 24º MÁX 25º

Edição

Todas as vítimas de atentado terrorista em Londres são muçulmanas

Todas as vítimas do atropelamento desta madrugada junto a uma mesquita em Londres, em que uma carrinha atropelou vários peões fazendo um morto e dez feridos, "são muçulmanos", indicou um responsável da unidade de contraterrorismo da polícia britânica.

Todas as vítimas de atentado terrorista em Londres são muçulmanas
Notícias ao Minuto

09:50 - 19/06/17 por Lusa

Mundo Scotland Yard

"Todas as vítimas fazem parte da comunidade muçulmana", disse Neil Basu, subcomandante da Scotland Yard, numa conferência de imprensa na capital britânica, esclarecendo que a polícia considera ter-se tratado de um atentado terrorista, atendendo ao método utilizado, e precisando que não foi ainda determinado se a morte de um homem no local está ou não ligada ao ataque.

O mesmo responsável revelou que, de momento, a polícia acredita que o ataque junto à mesquita de Finsbury Park, no norte de Londres, foi levado a cabo por apenas um homem, que conduziu uma carrinha contra um grupo de fiéis que abandonavam o local de culto, depois de finalizarem as suas orações.

Oito dos feridos deram entrada em três hospitais da capital britânica e dois dos quais encontram-se em "estado crítico". Outros dois feridos foram tratados no local do ataque, sem necessidade de hospitalização.

"Este foi um ataque contra Londres e contra todos os londrinos e devemos permanecer unidos contra todos estes extremistas", afirmou Basu, citado pela agência espanhola Efe.

A polícia britânica não descarta, por agora, nenhuma hipótese e mantém "o espírito aberto" em relação ao motivo "por detrás da agressão", acrescentou o agente da Polícia Metropolitana de Londres (Met).

Um homem de 48 anos, o alegado agressor, foi detido pela multidão depois do ataque, continua sob custódia da polícia e "não foram identificados outros suspeitos", disse Basu.

O detido foi levado a um hospital como medida de precaução, e, assim que recebeu alta, foi levado pela polícia para ser interrogado.

O incidente ocorreu pelas 00:20 locais, a mesma hora em Portugal, no final das orações da meia-noite do mês sagrado do Ramadão.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, presidirá hoje a uma reunião da chamada Comissão de Emergência Cobra, formada pelos principais ministros e representantes das forças de segurança britânicas, para abordar o ataque junto à mesquita.

Campo obrigatório