Meteorologia

  • 28 JULHO 2017
Tempo
32º
MIN 32º MÁX 32º

Edição

Cazeneuve diz que está a ser reconstruída "esquerda de governo"

O ex-primeiro-ministro francês Bernard Cazeneuve afirmou hoje que os deputados socialistas eleitos serão "como sentinelas da justiça social" e advertiu que é "uma responsabilidade histórica" reconstruir "a esquerda de governo".

Cazeneuve diz que está a ser reconstruída "esquerda de governo"
Notícias ao Minuto

22:10 - 18/06/17 por Lusa

Mundo França

O Partido Socialista francês, que detinha maioria no anterior parlamento, não deverá ultrapassar os 46 eleitos (7,97%), juntamente com os seus aliados, na segunda volta das eleições legislativas, segundo projeções da Ipsos-Sopra Steria, citadas pela imprensa francesa.

"A esquerda de governo não renuncia aos seus ideais", declarou Cazeneuve, num comunicado citado pelo jornal francês Libération.

O anterior primeiro-ministro francês sucedeu a Manuel Valls no cargo em dezembro de 2016, quando o anterior chefe do Governo se demitiu para concorrer às presidenciais francesas, celebradas no mês passado.

"A esquerda de governo, inscrita na realidade e que não desiste dos seus ideais, está a ser reconstruída. É uma responsabilidade histórica ", prosseguiu Bernard Cazeneuve.

A República em Marcha! (REM, que se define como do "centro político"), partido do Presidente, Emmanuel Macron, terá vencido as eleições legislativas com maioria absoluta, juntamente com os seus aliados do Movimento Democrático, obtendo 361 lugares num total de 577 -- ainda assim menos que projeções avançadas após a primeira volta, que atribuíam mais de 400 eleitos ao REM.

Segundo a projeção da Ipsos-Sopra Steria, a direita conquistará 126 lugares, enquanto a França Insubmissa elegerá 10 deputados. Os comunistas deverão obter 10 assentos e a Frente Nacional (extrema-direita) conseguirá eleger oito deputados, numa eleição marcada por uma abstenção recorde, superior a 56%.

Campo obrigatório