Nove soldados morreram depois de um ataque do Boko Haram

Nove soldados morreram e 14 estão desaparecidos depois de um ataque da organização 'jihadista' Boko Haram contra um posto militar no nordeste da Nigéria, de acordo com um relatório das fontes de segurança hoje divulgado.

© Reuters
Mundo Nigéria

Na segunda-feira à noite, dezenas de combatentes, suspeitos de pertencer à fação liderada pelo chefe do grupo radical Estado Islâmico na África ocidental, Abou Mosab Al Barnaoui, invadiram um posto de controlo militar na vila de Sabon Garin Kimba, a cerca de 150 quilómetros a sudoeste da capital do Estado de Borno, Maiduguri.

PUB

"O número de mortes do nosso lado aumentou para nove com a descoberta de quatro corpos pertencentes às nossas tropas", disse à agência francesa AFP um oficial nigeriano que não quis ser identificado.

"Desde o ataque, 14 soldados ainda estão desaparecidos. O seu destino permanece desconhecido", acrescentou.

Os ataques contra o Exército e a polícia aumentaram nas últimas semanas, e esta é a segunda vez que o posto de controlo é referido em menos de um mês.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser