Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Mais de 300 unidades industriais voltaram a funcionar em Cabo Delgado

Mais de 300 unidades industriais voltaram a funcionar na sequência da diminuição da insegurança na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, informou fonte oficial.

Mais de 300 unidades industriais voltaram a funcionar em Cabo Delgado

"Notamos a abertura de 371 estabelecimentos comerciais e estes são sinais de recuperação da nossa economia", declarou Nacif Magaia, diretor da Indústria e Comércio na província de Cabo Delgado, citado hoje pela Rádio Moçambique.

Entre as unidades comerciais que voltaram a funcionar em Cabo Delgado, segundo a fonte, destacam-se fábricas de diversos ramos, moageiras e padarias, estabelecimentos que se encontram nos distritos afetados pelas ações de rebeldes que desde 2017 aterrorizam a província de Cabo Delgado.

"São sinais de retoma e restauração da nossa rede comercial", frisou o diretor da Indústria e Comércio em Cabo Delgado.

A província de Cabo Delgado é rica em gás natural, mas aterrorizada desde 2017 por rebeldes armados, sendo alguns ataques reclamados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Há 784 mil deslocados internos devido ao conflito, de acordo com a Organização Internacional das Migrações (OIM), e cerca de 4.000 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED.

Desde julho de 2021, uma ofensiva das tropas governamentais com o apoio do Ruanda a que se juntou depois a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) permitiu recuperar zonas onde havia presença de rebeldes, mas a fuga destes tem provocado novos ataques noutros distritos usados como passagem ou refúgio temporário.

Leia Também: Cabo Delgado. Autoridades pedem calma aos deslocados que tentam voltar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório