Meteorologia

  • 23 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Pelo menos quatro tunisinos morrem em naufrágio ao largo da Tunísia

Quatro tunisinos, incluindo uma rapariga, morreram e outros sete estão desaparecidos na sequência do naufrágio de um barco com migrantes ao largo da cidade de Sfax, no centro-leste da Tunísia, informou hoje a Guarda Costeira local.

Pelo menos quatro tunisinos morrem em naufrágio ao largo da Tunísia

"O barco partiu da costa da Tunísia e afundou-se entre a noite de quarta-feira e a madrugada de quinta-feira frente às ilhas de Kerkennah", ao largo de Sfax, a segunda cidade do país, disse à agência de notícias AFP o porta-voz da Guarda Nacional, Houssem Eddine Jebabli.

"Segundo testemunhos, havia 32 migrantes a bordo, todos tunisinos. Resgatámos 21 com vida e rapidamente recuperamos o primeiro corpo", disse o responsável.

Em seguida, prosseguiu o porta-voz, a guarda costeira "resgatou outros três corpos, incluindo o de uma rapariga", que, segundo os 'media' locais, teria cerca de dez anos.

"As operações de busca para encontrar as outras pessoas desaparecidas continuam", acrescentou o porta-voz.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), mais de 2.500 pessoas morreram ou desapareceram no mar em 2021, ao tentarem chegar à Europa, em particular à Itália, Espanha ou Grécia, através do Mar Mediterrâneo e da rota marítima do noroeste de África.

Dos mais de 115.000 migrantes que chegaram à Europa no ano passado, mais de 20% vinham da Tunísia, país em crise económica onde a taxa de desemprego ultrapassou recentemente os 18%, com um índice de 41% entre os jovens, incluindo licenciados.

O país, que foi o berço das revoltas da Primavera Árabe em 2011, vive uma grave crise política desde o golpe de Estado realizado pelo Presidente tunisino, Kais Saied, em 25 de julho.

O chefe de Estado tunisino, democraticamente eleito em 2019, assumiu plenos poderes, demitiu o primeiro-ministro e dissolveu o Parlamento, que era dominado há dez anos pelo partido tunisino de inspiração islâmica Ennahda.

Leia Também: ONG denuncia morte de 43 pessoas em naufrágio ao largo de Marrocos

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório