Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Cinco mortos nas últimas horas, n.º mais baixo desde outubro

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Cinco mortos nas últimas horas, n.º mais baixo desde outubro

A renovação do Estado de Emergência foi aprovada na Assembleia da República, como já se esperava. O 14.º Estado de Emergência vigorará por 15 dias, a partir das 00h do dia 1 de abril e até às 23h59 de dia 15, abrangendo o período da Páscoa que, recorde-se, terá em vigor regras mais apertadas. Após a aprovação da renovação do Estado de Emergência no Parlamento, o Presidente da República assinou a sua promulgação. Marcelo Rebelo de Sousa falou ainda ao país ao início da noite, pedindo aos portugueses "sensatez" na Páscoa.

Esta sexta-feira, foi anunciado que o Governo só vai avaliar as novas regras de desconfinamento no dia 1 de abril. É preciso olhar para a matriz porque "é ela que vai decidir", sublinhou a ministra da Presidência durante o 'briefing' após o Conselho de Ministros.

circulação entre concelhos em Portugal continental está proibida desde as 00h00 de hoje e vai manter-se até às 05h00 de 05 de abril (segunda-feira após a Páscoa), com a PSP a reforçar a fiscalização nas ruas.

Segundo os dados mais recentes, emitidos no boletim epidemiológico da DGS todos os indicadores mantiveram, nas últimas horas, uma tendência de descida. Foram reportados 488 novos contágios e cinco óbitos (dois na região de Lisboa, dois no Centro e um no Alentenjo). No total o país registou 16 819 vítimas mortais e 819.698 infetados.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

15h00 - Este registo de acompanhamento da pandemia chega ao fim, mas pode continuar a acompanhar-nos aqui

14h58 - O Governo da Madeira vai reforçar a fiscalização ao recolher obrigatório e às medidas de controlo sanitário da covid-19 durante a Páscoa, disse hoje o chefe do executivo, Miguel Albuquerque, sublinhando que não haverá "tolerância nenhuma". "Os números estão a baixar, mas, neste período da Páscoa e logo a seguir à Páscoa, nós não vamos afrouxar", declarou o governante insular, reforçando: "O recolher obrigatório é para cumprir, porque não podemos afrouxar. É um sacrífico que não custa quase nada, atendendo à alternativa, que era fecharmos isto tudo".  

14h54 - A Força Aérea alemã enviou hoje 80 ventiladores e acessórios para uso hospitalar para o Brasil, que luta contra uma segunda vaga mais mortal da pandemia de Covid-19. Os equipamentos estão a ser transportados para Manaus, capital do estado brasileiro do Amazonas, onde os hospitais estão sobrecarregados com o grande número de pacientes com covid-19 e aqueles que manifestam sintomas mais grave requerem oxigénio e ventiladores pulmonares.  

14h33 - Um grupo de organizações não-governamentais pediu ao Presidente norte-americano para planear já a partilha do esperado excesso de milhões de doses de vacina anti-covid-19 com o mundo, assim que a procura nos Estados Unidos estiver satisfeita. Joe Biden tem dito várias vezes que o seu objetivo principal é garantir que todos os norte-americanos sejam vacinados, mas, na quinta-feira, delineou uma nova meta: entregar 200 milhões de doses durante os seus primeiros 100 dias no cargo.  

14h04 - Acaba de ser divulgado o boletim epidemiológico da DGS que reporta mais cinco óbitos (16.819 no total) e 488 (819.698 no total) novos casos de Covid-19. De referir que o número de mortes é o baixo desde 10 de outubro do ano passado. Mais 891 (771.339 no total) pessoas recuperaram da doença nas últimas horas, e nos internamentos manteve a tendência de descida. Estão 669 doentes internados (menos 26 em relação à véspera), dos quais 155 (mais um) em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). No boletim de hoje foi atualizado o índice de transmissão (Rt) que subiu desde quarta-feira, estando agora nos 0,93 em Portugal e nos 0,92 no Continente.

13h59 - O Serviço Nacional de Saúde recorda, na sua página na rede social Facebook, que "no regresso ao trabalho" não deve esquecer as medidas de segurança que o protegem a si e aos outros.

13h50 - O primeiro-ministro considerou hoje que o défice de 5,7% em 2020, um dos maiores dos últimos anos, resultou das medidas de apoio às famílias, às empresas e de aumento do investimento público em conjuntura de epidemia. Este défice "explica-se essencialmente pelo grande esforço que houve necessidade de fazer para apoiar empresas, emprego, rendimento das famílias, mas também para relançar o investimento público, designadamente na educação".

13h42 - Vaticano vai vacinar 1.200 pessoas pobres e marginalizadas. Anunciou hoje a Esmola Apostólica, órgão da Santa Sé que tem como tarefa exercer a caridade em nome do Papa, que durante a Semana Santa vão ser vacinados  1.200 pobres e marginalizados

13h35 - Nas últimas 24 horas foram diagnosticados nove novos casos de Covid-19 nos Açores, todos na ilha de São Miguel. A região registou ainda 11 casos recuperados (cinco em Ponta Delgada e seis no concelho da Lagoa). São agora 12 os doentes internados no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, permanecendo um em Unidade de Cuidados Intensivos. Os Açores têm nesta altura 123 casos positivos ativos.

13h28 - O Presidente do Quénia impôs, esta sexta-feira, confinamento na capital, Nairóbi, e noutros quatro condados vizinhos. Escolas e universidades serão encerradas. Perante a terceira vaga da pandemia, Uhuru Kenyatta ordenou ainda a suspensão das ligações rodoviárias, ferroviárias e aéreas nas áreas colocadas sob quarentena. As cidades de Nairóbi, Kajiado, Machakos, Kiambu e Nakuru ficam assim, a partir da meia-noite, isoladas do resto do país.

13h16 -  A pandemia do novo coronavírus superou os 125 milhões de casos de infeção a nível mundial, com o número de óbitos a aumentar quase 11 mil nas últimas 24 horas, indicou hoje o balanço diário da France-Presse (AFP). Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 10.884 óbitos e 629.630 novos casos da doença covid-19 em todo o mundo, segundo os dados reunidos pela agência noticiosa francesa.

13h08 - Na inauguração das novas instalações da Escola Básica do Parque das Nações, em Lisboa, o Primeiro-ministro António Costa voltou a defender a importância do investimento público. "O país, nesta fase tão difícil que está a atravessar, tem de compreender que é fundamental reforçar o investimento público", afirmou. "Num momento em que estamos todos tão angustiados, nada melhor do que ter a esperança que isto não interrompe o investimento que temos de fazer no futuro."

13h02 - O Ministro da Economia disse hoje que a pandemia vai implicar revisão do crescimento da economia este ano e louvou empresários, trabalhadores e famílias pela "resiliência admirável", que contribuiu para um défice menor que esperado, de 5,7% em 2020. "A pandemia vai implicar a revisão do crescimento da economia este ano", disse João Leão, em conferência de imprensa, depois de o Instituto Nacional de Estatística (INE) ter divulgado que as Administrações Públicas registaram um défice de 5,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, em contabilidade nacional, correspondente a 11.501,1 milhões de euros, regressando a terreno negativo após o excedente de 2019.

12h38 - "Estamos num processo de desconfinamento. Neste desconfinamento nada está ganho", afirmou o ministro da Educação, durante a inauguração da ampliação da Escola Básica Integrada do Parque das Nações. "Mas acima de tudo sabemos que quem mais tem a perder se as coisas não correrem como desejamos são as nossas crianças e os nossos jovens", acrescentou Tiago Brandão Rodrigues.

12h27 - As autoridades de saúde norueguesas prorrogaram hoje a suspensão da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca até 15 de abril, considerando necessário examinar os seus possíveis efeitos colaterais após o surgimento de casos graves de coágulos sanguíneos. A Noruega junta-se assim à Dinamarca, que também prorrogou a suspensão do medicamento, enquanto a maioria dos outros países europeus retomou o uso da vacina AstraZeneca, que foi declarada "segura e eficaz" pelo regulador europeu.

12h20 - O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, sublinhou, esta sexta-feira, a resiliência do mercado de trabalho e adiantou que o "país conseguiu resistir melhor à crise do que se esperava". Em declarações aos jornalistas, transmitidas pela RTP3, Leão reiterou que o Governo está "preparado" para continuar a apoiar a economia enquanto a pandemia durar.

12h14 - O regresso dos alunos às escolas depois da Páscoa, a 05 de abril, está dependente da evolução da pandemia em Portugal, alertou o Governo, admitindo que se fosse hoje não haveria recuos no plano de desconfinamento. A decisão sobre o regresso dos alunos do 2.º e 3.º ciclos às escolas, para retomar o ensino presencial, só será conhecida dentro de uma semana, a 01 de abril, anunciou hoje a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros.  

12h06 - Em comunicado, o Conselho de Ministros dá conta de ter aprovado o decreto que regulamenta a renovação do Estado de Emergência, em vigor até às 23:59h do dia 5 de abril e que inclui as seguintes regras: 

  • O prolongamento da proibição de circulação para fora do concelho do domicílio, diariamente, iniciada às 00:00h do dia 26 de março até às 23:59h do dia 5 de abril, sem prejuízo das exceções previstas;
  • possibilidade de o membro do Governo responsável pela área da saúde determinar as medidas estritamente indispensáveis relativas ao tratamento de dados pessoais pelos serviços de saúde e pelos serviços municipais ou das freguesias, no âmbito das operações necessárias à execução do plano de vacinação contra a Covid-19, designadamente para efeitos da concretização de contactos para vacinação.

12h04 - O regime geral do teletrabalho vai ser prolongado até ao final do ano, de acordo com a medida aprovada na quinta-feira em Conselho de Ministros. A ministra de Estado e da Presidência não quis adiantar as medidas que serão tomadas a partir do dia 5 de abril, mas deixou claro que este regime deve ser mantido "sempre que possível" durante o Estado de Emergência. "Não estão previstas nenhumas alterações em matéria de teletrabalho. É muito importante que nas profissões em que seja possível possa continuar. Limita bastante a circulação e existe para as profissões e locais em que seja possível. A nossa intenção é enquanto estamos em Estado de Emergência manter essas regras", disse a ministra Mariana Vieira da Silva, em conferência de imprensa. 

11h42 - O Brasil anunciou esta sexta-feira criação da Butanvac, a nova candidata a vacina contra a Covid-19. Foi desenvolvida pelo Instituto Butantan, conforme anunciou o governo de São Paulo esta manhã em conferência de imprensa. De acordo com o diretor do Instituto, Dimas Covas, será feito ainda esta sexta-feira o pedido à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar os testes clínicos em humanos.

11h40 - A Alemanha, a maior economia da Europa, ratificou hoje o plano de recuperação pós-Covid-19 da UE no valor de 750 mil milhões de euros, parte do qual será financiado por uma dívida comum sem precedentes. O Bundesrat, a Câmara Alta do Parlamento, adotou o plano hoje, depois do Bundestag (Câmara Baixa) na quinta-feira, traduzindo um forte sinal num país que há muito se opõe a qualquer mecanismo de dívida comum no seio da União Europeia.  

11h37 - A taxa de poupança das famílias em 2020 foi de 12,8% do rendimento disponível, uma subida de 5,7 pontos percentuais face a 2019, o valor mais alto desde 2002, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). No quarto trimestre de 2020, "a taxa de poupança atingiu 12,8%, sendo necessário recuar a 2002 para encontrar uma taxa de poupança idêntica", refere o INE, adiantando que aquele resultado "refletiu sobretudo a variação nominal de -5,0% do consumo privado em 2020".  

11h28 - A coordenadora do Bloco de Esquerda afirmou que, depois de dois meses de confinamento, o país não tem ainda aprovada uma estratégia e uma metodologia para alargar a testagem em Portugal. Catarina Martins viu como positivas algumas ideias resultantes da primeira reunião da Task-Force dedicada à testagem no país, no entanto, critica a demora na decisão. "Tarda o tempo da decisão, tarda o tempo da testagem chegar ao terreno", apontou, recordando que Portugal chegou a fazer 70 mil testes por dia, mas que em fevereiro, por exemplo, esse número desceu para 30 mil. "Se agora é novamente mais alto devido à testagem nas escolas, se não há uma estratégia rapidamente vamos ter o número de testes a fazer e menos capacidade de perceber o que se passa no terreno", alertou. 

11h19 - A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu que vai ser possível ultrapassar os 80% de pessoas com mais de 80 anos com, pelo menos, a inoculação de uma dose da vacina contra a Covid-19. "Quanto aos profissionais de saúde identificados como prioritários, estão praticamente todos vacinados já", precisou Marta Temido, durante uma visita ao arranque das obras de construção da Unidade de Saúde Familiar de Alcântara.

11h11 - Depois do primeiro excedente em democracia, em 2019, Portugal voltou ao défice no ano passado. A primeira estimativa do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgada esta sexta-feira, aponta para um défice de 5,7% no final do ano passado. O INE explica que a "deterioração do saldo das Administrações Públicas esteve associada às medidas de apoio à economia no contexto pandémico e à sensibilidade das finanças públicas à contração da atividade económica, nomeadamente no que se refere às receitas fiscais", pode ler-se. 

11h07 - "Todas as regras das atividades permitidas e das atividades não permitidas, limitação de ajuntamentos, proibição da circulação entre concelhos e o dever de estar em casa continuam em vigor até ao próximo dia 5", disse a ministra da Presidência, em conferência de imprensa. Por isso, quis deixar um apelo: "Sabemos bem que o período de Páscoa é um período tradicional de reunião familiar (...), mas essa não pode ser a regra na Páscoa. A regra nesta Páscoa é seguirmos um desconfinamento lento, cauteloso, a conta-gotas". Para que o alívio de restrições possa avançar para a segunda fase, "precisamos de nos manter na zona verde, cumprir as regras até lá". Saiba mais aqui.

10h56 - O briefing do Conselho de Ministros ficou a cargo da ministra da Presidência que começou por dizer que a mensagem que o Governo quer passar é que é preciso atentar à matriz de risco porque "é ela que vai decidir se é possível dar os passos dia 5 de abril" ou se “é preciso atenuar o ritmo de desconfinamento". Mariana Vieira da Silva referiu ainda que para que se mantenha o que está previsto para dia 5 de abril (regresso à escola dos 2º e 3º ciclos, esplanadas, cafés) é preciso ficar "na zona verde e em segurança” da matriz. A decisão sobre se se avança no plano de desconfinamento será tomada no dia 1, pois "apesar de continuarmos na zona verde não significa que estejamos livres para fazer todas as coisas".

10h48 - O Conselho de Ministros voltou a reunir-se, esta sexta-feira, para aprovar as medidas que acompanham a renovação do 14.º estado de emergência, no âmbito da pandemia de Covid-19. A conferência de imprensa já começou.  Pode acompanhar abaixo:

10h28 - A Rússia ultrapassou hoje 4,5 milhões de casos do novo coronavírus desde o início da pandemia, depois de registar 9.167 infeções nas últimas 24 horas, segundo dados do centro operacional de combate à doença. Do total de novos casos registados nas últimas 24 horas nas 85 regiões da Rússia, 1.176 (ou 12,8%) são de pessoas sem manifestações clínicas da infeção.  

10h22 - A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou esta sexta-feira um manual sobre a literacia em saúde e comunicação para "promover a adesão da população à vacinação contra a Covid-19", salientando "o papel dos profissionais de saúde na disseminação de mensagens que promovam a vacinação e no esclarecimento da população". 

09h51 - Já é proibido circular entre concelhos e PSP reforça fiscalização na rua. A circulação entre concelhos em Portugal continental está proibida desde as 00h00 de hoje e vai manter-se até às 05h00 de 05 de abril (segunda-feira após a Páscoa), no âmbito do estado de emergência para combate à Covid-19. A PSP passa hoje a ter presença reforçada na via pública até 05 de abril, no âmbito da operação 'Páscoa em Casa'.

09h45 - O Governo anunciou, esta sexta-feira, o prolongamento da Medida de Apoio ao Reforço de Emergência em Equipamentos Sociais e de Saúde (MAREESS) até ao final do ano, tal como a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, tinha já indicado. "Através desta medida, foi já aprovada, até ao início de março, a colocação de 17.500 pessoas em 1.855 entidades, na sua esmagadora maioria (63%) em projetos que se enquadram no apoio a idosos", refere a tutela, em comunicado enviado às redações. 

09h42 - Mais de metade dos 4.200 profissionais de saúde de Cabo Verde já recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19, também já com as vacinas da AstraZeneca, disse à Lusa o diretor nacional de Saúde. De acordo com Jorge Noel Barreto, até quarta-feira já estavam vacinados 52% dos profissionais de saúde do país, entre o setor público e privado, num processo de vacinação que arrancou em todas as ilhas em 19 de março, inicialmente apenas com recurso às 5.850 doses da vacina fornecidas pela Pfizer.  

09h17 - A economia espanhola caiu 10,8% em 2020, como resultado do impacto da pandemia de Covid-19 na atividade económica, de acordo com dados definitivos publicados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) do país. O número é duas décimas mais positivo do que a primeira estimativa sobre a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) espanhol (-11%) no ano passado, feita em 29 de janeiro pelo INE espanhol.  

08h50 - Primeiro-ministro agradeceu à equipa médica militar alemã que ajudou no combate à Covid-19 em Portugal ao longo das últimas semanas. A equipa alemã de profissionais de saúde militares que se encontrava desde o dia 23 de fevereiro a apoiar a resposta à pandemia em Portugal está hoje de partida.

08h41 - A Pfizer começou a testar a sua vacina contra a Covid-19 em bebés com seis meses de idade, revelou hoje a farmacêutica norte-americana. Os primeiros voluntários na fase inicial do ensaio clínico receberam as primeiras injeções na quarta-feira, disse a porta-voz da Pfizer, Sharon Castillo. O ensaio pediátrico irá testar crianças entre seis meses e 12 anos e segue um similar lançado pela Moderna Inc na semana passada.

08h37 - Os testes rápidos que vão ser vendidos nas farmácias - e em alguns supermercados - vão ficar isentos de IVA, pelo menos até ao final do ano, confirmou o Ministério das Finanças ao ECO. Apesar de tudo, os testes ainda não estão disponíveis para venda. Os critérios para a comercialização dos mesmos já foram divulgados, mas a lista dos testes que poderão ser vendidos ainda não foi divulgada.

08h19 - Timor-Leste registou nas últimas 24 horas um total de 58 novos casos da Covid-19, o maior número diário de sempre, e 17 recuperações, elevando para 457 o total de casos acumulados, dos quais 298 ativos, informaram hoje as autoridades.  O coordenador da equipa para a Prevenção e Mitigação da Covid-19 da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC), Rui Araújo, explicou aos jornalistas que 54 casos se registaram na capital e quatro outros na segunda cidade do país, Baucau.

08h11 - A Índia contabilizou 257 mortes provocadas por Covid-19 e 59.118 casos nas últimas 24 horas, um novo máximo nos últimos cinco meses, informaram as autoridades. Este é o segundo dia consecutivo em que o país contabiliza mais de 50 mil infeções diárias, confirmando a curva ascendente da pandemia e atingindo o pior registo desde outubro de 2020. A Índia tinha conseguido travar a progressão da pandemia, depois de atingir o pico de infeções em meados de setembro de 2020, quando foram diagnosticados 97.894 casos num só dia, mas as infeções voltaram a aumentar no último mês.

08h07 - Pelo menos dez pessoas morreram hoje, em Mumbai, num incêndio que deflagrou num edifício que acolhe um hospital privado para doentes com Covid-19, disseram os bombeiros. Mais de 70 pacientes foram retirados do Hospital Sunrise para outras estruturas hospitalares na cidade, no oeste do país, de acordo com a agência de notícias Associated Press (AP). 

07h43 - A Alemanha soma, esta sexta-feira, mais 183 mortes e notifica assim as 75.623 óbitos por Covid-19, desde o início da pandemia. Segundo dados atualizados do Instituto Robert Koch, há ainda a registar mais 21.573 novos casos da doença nas últimas 24 horas, para um total de 2.734.753 infetados, desde o início da pandemia. Nos últimos sete dias, a incidência de transmissão do vírus em território alemão é de 119,1 casos por cada 100 mil habitantes. Este valor tem vindo a aumentar diariamente na última semana.

07h36 - O México registou 584 mortes causadas por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 200.211 óbitos desde o início da pandemia, disseram na quinta-feira as autoridades mexicanas. Opaís registou, ao todo, 2.214.542 casos da doença, acrescentaram. É o terceiro país do mundo com mais mortes devido à Covid-19, atrás dos Estados Unidos e do Brasil.  

07h32 - A Comissão de Saúde da China anunciou hoje ter detetado 11 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior. Os casos foram detetados em viajantes na zona metropolitana de Xangai (leste) e nas províncias de Guangdong (sudeste), Fujian (sudeste) e Shaanxi (centro). O país asiático não regista um caso de infeção local desde 15 de fevereiro. 

07h28 - O comissário europeu do Mercado Interno, Thierry Breton, reúne-se hoje em Lisboa com o primeiro-ministro, António Costa, e o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, para abordar a produção de vacinas contra a Covid-19. Segundo nota à imprensa da representação da Comissão Europeia em Portugal, Breton, que lidera o grupo de trabalho da União Europeia (UE) para as vacinas, vai abordar nestas reuniões "os últimos progressos alcançados pelo grupo de trabalho para aumentar a produção de vacinas" e "como Portugal pode colaborar com a Incubadora HERA".  

07h13 - A Argentina anunciou hoje a imposição de novas medidas de controlo da Covid-19, que incluem a suspensão de voos oriundos do Brasil, do Chile e do México. As novas medidas vão entrar em vigor às 00h00 de sábado (03:00 em Lisboa) e por tempo indeterminado, de acordo com a decisão administrativa já publicada no Boletim Oficial.  

07h07 - Os Estados Unidos registaram, na quinta-feira, 1.249 mortos devido à Covid-19 e 67.943 casos, de acordo com a contagem independente da Universidade de Johns Hopkins. Com este balanço, o país contabilizou 546.352 mortos e 30.072.022 infeções, desde o início da pandemia. Os EUA são o país com mais mortes e mais contágios, devido à Covid-19, seguidos pelo Brasil e pela Índia.  

07h03 - Portugal ultrapassou hoje um milhão de vacinados com a primeira dose de uma das vacinas contra a Covid-19 e, em simultâneo, serão atingidas 500.000 segundas doses administradas, segundo fonte da 'task force' do plano de vacinação. A mesma fonte acrescentou que, "em simultâneo, será alcançado o valor de cerca de meio milhão de segundas doses inoculadas", sendo que quinta-feira foi "o dia com maior volume de doses administradas: 50 mil".  

07h00 - Bom dia, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia. Pode recordar o registo anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Costa e a "trágica vaga"; 100 mil casos diários no Brasil 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório