Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

"País conseguiu resistir melhor à crise do que se esperava", diz Leão

O ministro das Finanças, João Leão, considera que os números do défice de 2020 melhores do que o esperado revelam que o "país conseguiu resistir melhor à crise do que se esperava".

"País conseguiu resistir melhor à crise do que se esperava", diz Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, sublinhou, esta sexta-feira, a resiliência do mercado de trabalho e adiantou que o "país conseguiu resistir melhor à crise do que se esperava". 

Em declarações aos jornalistas, transmitidas pela RTP3, Leão reiterou que o Governo está "preparado" para continuar a apoiar a economia enquanto a pandemia durar.

Leão explicou que, relativamente ao ano passado, os números são melhores do que o previsto por causa do mercado de trabalho - e à semelhança do que se verifica em outros Estados-membros. Porém, este ano o cenário é o oposto e, por isso, vai rever as projeções para este ano

"Os apoios à economia em 2020 superaram aquilo que tinha sido previsto. Ficaram cerca de mil milhões de euros acima do que tinha sido previsto no Orçamento para 2020", disse ainda o ministro das Finanças, justificando com os números do INE. Leão fala mesmo numa "dimensão sem precedentes dos apoios às famílias" que será provada pela execução orçamental de março. 

O ministro de Estado mostrou-se ainda confiante relativamente à "aceleração" da recuperação da atividade económica na segunda metade do ano. 

Já esta sexta-feira, em reação aos números do défice, o Ministério das Finanças sublinhou que a  degradação do défice de 2020 foi "menos negativa do que o estimado" no OE2021.

Pandemia vai implicar revisão do crescimento da economia este ano

O Ministro da Economia disse que a pandemia vai implicar revisão do crescimento da economia este ano e louvou empresários, trabalhadores e famílias pela "resiliência admirável", que contribuiu para um défice menor que esperado.

"A pandemia vai implicar a revisão do crescimento da economia este ano", disse João Leão.

No entanto, este ano, disse, "a pandemia está a ter impacto mais forte do que antecipado", o que deverá levar a uma redução menor do défice de 2021 do que o esperado.

Leia Também: Finanças destacam degradação do défice "menos negativa do que o estimado"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório