Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

AO MINUTO: Deslocações limitadas; Fronteiras com Espanha prestes a fechar

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Deslocações limitadas; Fronteiras com Espanha prestes a fechar

A Assembleia da República debateu e aprovou, hoje, o decreto presidencial que prolonga o Estado de Emergência até 14 de fevereiro e que permite a proibição ou limitação de aulas presenciais e restrições à circulação internacional. Este é o décimo diploma do género que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, submeteu ao Parlamento no atual contexto de pandemia de Covid-19.

Já António Costa afirmou, numa participação no programa 'Circulatura do Quadrado', da TVI24, que "nesta terceira vaga as coisas estão claramente a correr muito mal, pelo crescimento exponencial dos casos". Segundo o primeiro-ministro, se tivesse "tido conhecimento atempado da existência da variante inglesa, seguramente, o quadro de medidas definidas para o Natal teria sido diferente e as restrições que entraram em vigor em janeiro teriam entrado em vigor a 26 de dezembro".

Quanto ao futuro próximo, no que diz respeito à evolução da pandemia, o chefe do Governo alertou que o pior ainda não passou. "Vamos ter esta tensão ainda por mais umas semanas seguramente". O primeiro-ministro admitiu ainda que o ensino à distância, online, deverá ser retomado, uma vez que não acredita em aulas presenciais dentro de 15 dias.

Nas últimas 24 horas, Portugal registou 303 óbitos e 16.432 novos casos de infeção. Com esta atualização, o nosso país passa a notificar novos máximos e a contabilizar, desde o início da pandemia, 685.383 contágios e 11.608 mortos.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

16h20 - Boa tarde! Este registo termina aqui, mas poderá continuar a acompanhar todas as incidências relacionadas com o novo coronavírus neste link.

16h06 - Portugal regista novos máximos. 303 óbitos e 16.432 casos em 24h. Portugal contabilizou, nas últimas 24 horas, 303 óbitos e 16.432 infetados por Covid-19, revelou esta quinta-feira, dia 28 de janeiro, a Direção-Geral da Saúde (DGS).

15h58 - "Deslocações limitadas". Eduardo Cabrita anunciou, esta quinta-feira no Parlamento, "a limitação de deslocações para o exterior nos próximos 15 dias". "No quadro de uma estratégia nacional, o Governo adotará a medida de limitação de deslocações para o exterior nos próximos 15 dias de cidadãos nacionais. Salvo casos excecionais, na próxima quinzena, serão limitadas as saídas por via aérea, terrestre ou fluvial de cidadãos nacionais". A fronteira com Espanha estará prestes a fechar.

15h56 - Parlamento dá 'luz verde' ao 10.º Estado de Emergência. Os deputados debateram e aprovaram o 10.º Estado de Emergência proposto pelo Presidente da República e que volta a prever um agravamento das restrições e proibições, tendo em conta o agravamento da pandemia no país.

15h38 - Emergência. BE abstém-se para dar "cartão amarelo" ao Governo. O Bloco de Esquerda (BE) anunciou hoje que voltará a abster-se em relação ao decreto do Presidente da República que renova o estado de emergência, apesar de o considerar necessário, para dar um "cartão amarelo" ao Governo.

15h30 - PS pede para que a pandemia não seja objeto de "demagogia" política. A líder parlamentar do PS afirmou hoje que a grave situação epidemiológica de Portugal não pode ser objeto de demagogia política, numa intervenção em que elogiou a "resiliência" do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

15h20 - Rui Rio dá "murro na mesa" e aponta "excessivas falhas" ao Governo. O presidente do PSD disse hoje que o partido continuará a assumir uma "posição de responsabilidade" mas advertiu que está na altura de "dar um murro na mesa", devido a "excessivas falhas" do Governo na gestão da pandemia.

15h06 - "Pelo menos durante dez semanas persistirá a escassez" de vacinas. O Governo alemão estimou hoje que a atual escassez de vacinas para a Covid-19 se possa prolongar por dez semanas, um período "duro" para a população, mas garantiu que está à procura de soluções à escala nacional e europeia.

14h58 - Quase dois milhões de máscaras sem qualidade detetadas no porto de Sines. A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) detetou em Sines, e recusou a importação, de quase dois milhões de máscaras de proteção individual que não cumpriam requisitos europeus de segurança dos produtos, anunciou hoje a AT.

14h51 - À beira do colapso. Eis as filas (de horas) no Hospital de Santa Maria. Foi mais uma noite complicada no Hospital de Santa Maria, a maior unidade hospitalar da região de Lisboa e do país, com dezenas de ambulâncias e doentes a aguardarem pela chegada da sua vez para serem atendidos. As filas chegaram a demorar 12 horas, ou seja, meio dia.

Notícias ao Minuto [Fila de ambulâncias no Hospital de Santa Maria]© Getty Images

14h46 - Marta Temido toma a palavra. "O momento é grave e o debate deve ser sério", começou por apontar a ministra da Saúde no debate acerca da renovação do Estado de Emergência. "Quando o Reino Unido notificou à OMS a existência de uma nova variante tomámos medidas relativamente a viagens, voos e continuámos a acompanhar", referiu, acrescentando que agora a estirpe começou "agora a ser descrito como de maior letalidade".

"Estamos a lidar com uma doença que, todos os dias, nos surpreende e nos coloca perante novos desafios. O que fazemos? Não desertamos. Continuamos todos os dias a lutar", asseverou. Neste momento, "em que a presença da nova variante é já estimada em 50% na região de Lisboa e Vale do Tejo, continuamos a lutar."

"Não é aceitável que utilizemos a morte, a doença, como argumento político."

14h10 - Debate na AR. Já começou o debate na Assembleia da República sobre a renovação do Estado de Emergência. Pode acompanhá-lo aqui:

14h02 - TEDH recebeu centenas de queixas contra governo devido à pandemia. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos recebeu nos últimos meses centenas de queixas contra governos devido à gestão da pandemia de Covid-19 e promete tratá-las com "prioridade".

"Não é aceitável que o tribunal gaste muito tempo a adotar decisões sobre casos primordiais", disse o juiz islandês Robert Spano, presidente do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos durante a conferência de imprensa anual que se realizou hoje em Estrasburgo, França. "Estamos decididos a estudar os casos de forma rápida", acrescentou Spano.

14h00 - Museus e monumentos nacionais perderam 70% dos visitantes em 2020. Os museus, monumentos e palácios nacionais registaram uma quebra de 70,4% de visitantes em 2020, em relação a 2019, revelou hoje à agência Lusa a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

13h40 - Covid-19 é incluída na lista das patologias de notificação obrigatória. A Covid-19 passou a ser incluída na lista das doenças de notificação obrigatória, segundo um despacho hoje publicado em Diário da República. Esta lista tem ao todo 65 doenças com notificação, clínica e laboratorial, obrigatória, entre as quais, a brucelose, a cólera, o dengue, a doença dos legionários, o ébola, a gripe, a gripe A (H5N1) ou por outro vírus da Gripe de origem animal, as hepatites, a Infeção pelo MERS-CoV, a infeção pelo vírus do Nilo Ocidental, o sarampo, a tuberculose e o VIH.

13h29 - Surto com 21 mortos em lar de Mértola dado como encerrado. O surto de Covid-19 que causou 21 mortos no Lar da Misericórdia de Mértola (Beja) foi dado como "encerrado" e todos os utentes já voltaram à instituição, revelou hoje o provedor, José Alberto Rosa.

13h17 - "Devemos fazer tudo no combate à pandemia mas guardar os recibos". O antigo ministro das Finanças, Vítor Gaspar, que ocupa o cargo de Diretor de Assuntos Orçamentais do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que deve ser feito "tudo no combate à pandemia, mas guardar os recibos", na apresentação do 'Fiscal Monitor'.

"Devemos fazer tudo o possível para combater a Covid-19, mas guardar os recibos", destacou, salientando que o que está em causa "é o crescimento e a competitividade da economia" e, por isso, "é importante que estes recursos sejam bem gastos", aconselhando a Europa a "encontrar o equilíbrio certo".

13h14 - Marcelo Rebelo de Sousa fala ao país. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai falar esta quinta-feira às 20 horas ao país. A comunicação está relacionada com a renovação do Estado de Emergência, e vai acontecer já depois da medida ter sido aprovada no Parlamento e após o briefing do Governo.

12h50 - Mais de 80 anos? Entra na primeira fase da vacinação. Todas as pessoas com mais de 80 anos incluídas na 1.ª fase do plano de vacinação, esclareceu Francisco Ramos, coordenador da 'task force', considerando o responsável que esta é "provavelmente a mais importante" alteração ao plano de vacinação do país, uma decisão justificada pelo aumento da incidência da doença.

12h20 - Um mês de vacinação em Portugal. Neste momento, Portugal já recebeu "377.770 doses da vacina da Pfizer", mais "19.500 que foram canalizadas para os Açores e Madeira" e ainda "8.400 da vacina da Moderna". Assim, até ao final do mês, "estarão vacinadas cerca de 74 mil pessoas, todas com a vacina da Pfizer" e "178.100 iniciaram a vacinação". Já "5.400 tomaram a vacina da Moderna". Estes dados foram revelados esta quinta-feira, em conferência de imprensa, por Francisco Ramos, coordenador da task-force.

11h13 - Caso positivo de Covid-19 no plantel do FC Porto. João Mário não irá marcar presença no duelo dos dragões frente ao Gil Vicente, dos quartos de final da Taça de Portugal.

11h10 - Comissão Europeia em "estreito contacto com Portugal". A Comissão Europeia está em "estreito contacto" com as autoridades portuguesas para eventual assistência ao país dada a grave situação sanitária criada pela Covid-19, mas ainda não recebeu qualquer pedido formal de Portugal, disse fonte comunitária à Lusa.

10h47 - Viajantes de Portugal (e mais três países) serão impedidos de entrar na Alemanha. Viajantes de Portugal, Reino Unido, África do Sul e Brasil vão ser impedidos de entrar na Alemanha, confirmou hoje o ministro do Interior do Governo de Berlim, Horst Seehofer.

10h39 - Utentes não seguidos no SNS devem inscrever-se para vacina. Os utentes que não são seguidos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) terão de se inscrever para a vacinação contra a Covid-19 num formulário disponibilizado pelas autoridades na Internet.

10h35 - Continua o braço de ferro entre a Comissão Europeia e a AstraZeneca. "Rejeitamos a lógica de que é servido quem chega primeiro. Isso poderá funcionar no talho do bairro, mas não em contratos nem no nosso acordo de reserva antecipada de aquisição", apontou, esta quarta-feira, a comissária da Saúde, Stella Kyriakides.

10h14 - "Porque não foram tomadas medidas de prevenção" no Amadora-Sintra? O PSD questionou hoje o Governo sobre os problemas registados no hospital Amadora/Sintra, perguntando porque não foram tomadas "medidas de prevenção" quanto à rede de oxigénio medicinal e se continuaram a receber doentes.

10h02 - Pequim critica aviso dos EUA sobre missão da OMS em Wuhan. A China rejeitou hoje o aviso dos Estados Unidos sobre a missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) no país asiático e acusou Washington de tentar 'politizar' a investigação sobre a origem do novo coronavírus.

09h59 - Cerca de 50 jovens apanhados pela PSP em festa ilegal em Loures. A Polícia de Segurança Pública (PSP) colocou um ponto final numa festa ilegal que acontecia no interior de um barracão, em Loures, e que contava com cerca de 50 jovens. Numa nota enviada ao Notícias ao Minuto, a PSP acrescenta que todos os infratores foram multados, por nos encontrarmos em Estado de Emergência, devido à pandemia da Covid-19.

09h52 - Rússia soma mais 19.138 infeções e 575 mortes em 24h. A Rússia somou, nas últimas 24 horas, mais 19.138 novos casos do novo coronavírus, aumentando o número total de infeções desde o início da pandemia para 3.793.810. Os dados, revelados pelas Autoridades de Saúde, revelam ainda que, no mesmo período, morreram 575 pessoas devido à Covid-19. Com este novo balanço, o valor sobe para as 71.651.

09h48 - Homem detido em Santarém após recusar usar máscara na via pública. A PSP deteve, na terça-feira, dia 26 de janeiro, em Santarém, um homem de 64 anos por desobediência a ordem policial, depois de o mesmo se ter recusado a usar a máscara na via pública.

09h10 - Do lay-off à Saúde, resposta à pandemia custou 'isto' em 2020. Relativamente à despesa, o lay-off foi a medida com maior impacto (823,2 milhões de euros), seguida das despesas associadas à Saúde (549,9 milhões de euros), nomeadamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e medicamentos.

08h59 - Equipa da OMS em Wuhan termina quarentena e inicia investigação. Especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) terminaram hoje o período de quarentena obrigatório após terem entrado na China, devendo iniciar de seguida a sua investigação no terreno sobre a origem da Covid-19.

08h48 - Em confinamento, desempregados devem procurar emprego na Internet. "A procura ativa de emprego, bem como da sua demonstração perante o serviço público de emprego, é necessária para a manutenção das prestações de desemprego. No entanto, sempre que possível, deve fazer a procura de emprego por meios digitais", refere o IEFP.

08h45 - Mutações-chave da variante 'sul-africana'. Pfizer um pouco menos eficaz. A vacina da Pfizer contra a Covid-19 parece perder apenas um pouco de eficácia face a mutações-chave da nova variante detetada na África do Sul.

08h32 - Mais de 30 ambulâncias em frente ao Santa Maria. Fila de 12h de espera. O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, passou mais uma noite à beira do colapso. Revela a SIC Notícias esta quinta-feira que, durante a madrugada, chegaram a estar em frente à unidade hospitalar mais de 30 ambulâncias em espera, com doentes por serem atendidos. Pelas 7h40, 12 veículos continuavam a aguardar.

08h30 - Portugal em 63.º em classificação de países na resposta à pandemia. O estudo, que coloca a Nova Zelândia em primeiro lugar (com uma 'nota' de 94,4 valores em 100), o Vietname em segundo e Taiwan em terceiro, dá a Portugal uma avaliação de 38,9 valores, imediatamente abaixo de países como Canadá e Israel.

08h21 - Alemanha regista mais 17.553 novos casos e 941 mortes pela Covid-19. Os dados foram revelados esta quinta-feira pelo Instituto Robert Koch. No total, desde o início da pandemia, o país já somou 2.178.828 de infetados e 54.913 óbitos.

08h14 - Língua inchada, mãos e pés a arder... Estudo alerta para novos sintomas. Mudanças na língua, nas mãos ou nos pés podem ser sinais de alerta de uma infeção por coronavírus, diz um estudo espanhol realizado por uma equipa de investigadores do Hospital de La Paz, em Madrid, que revela que um em cada quatro pacientes sofreu inchaço da língua e quatro em cada dez relataram uma sensação de ardor nas palmas das mãos ou na planta dos pés.

08h12 - Comissão Europeia vs. AstraZeneca. Stella Kyriakides, comissária europeia da Saúde, publicou na noite de ontem uma sequência de tweets onde afirma que a Comissão Europeia lamenta a "contínua falta de clareza no cronograma de entrega" e solicita um "plano claro da AstraZeneca para a entrega rápida da quantidade de vacinas que reservamos para o primeiro trimestre".

08h10 - Ministra pediu a hospitais de Lisboa que abram todas as camas possíveis. Marta Temido pediu aos hospitais de Lisboa que abram já nesta fase todas as camas possíveis, numa altura em que administrações de sete hospitais pediram maior equilíbrio na distribuição de doentes entre unidades periféricas e centrais.

08h07 - Dezenas de pessoas (sem máscara) junto a restaurante que recusou fechar. Os proprietários do restaurante Lapo, em Lisboa, que têm desafiado o confinamento desde que o Governo decretou o encerramento dos espaços de restauração, no âmbito no nono Estado de Emergência, organizaram, esta quarta-feira, dia 27 de janeiro, um protesto em frente ao estabelecimento.

07h46 - Associação pede ao Governo reavaliação do fecho dos centros de dia. A Associação Nacional de Gerontólogos (ANG) apela ao Governo a reavaliação do encerramento dos centros de dia no âmbito das medidas de combate à Covid-19 e dos critérios de vacinação dos utilizadores destas estruturas.

07h32 - "Não acredito que daqui a 15 dias se regresse ao ensino presencial". O primeiro-ministro afirmou esta quarta-feira que não acredita que as aulas presenciais possam ser retomadas no espaço de 15 dias face à evolução da situação epidemiológica do país e adiantou que a alternativa será o ensino 'online'.

07h21 - Mundo deve preparar próxima pandemia como se fosse "guerra". O filantropo Bill Gates estima que o mundo deve preparar-se desde já para a próxima pandemia, como se se preparasse para uma guerra, o que deve implicar investimentos de dezena de milhares de milhões de dólares por ano.

07h15 - China soma 41 novos casos por contágio local. A Comissão de Saúde da China informou hoje que foram diagnosticados 54 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo 41 por contágio local.

07h11 - Hospital das Forças Armadas adapta-se e até refeitório passa a enfermaria. Gabinetes, salas de espera e até o refeitório do Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, estão a ser transformados em enfermarias para doentes Covid-19, no combate a uma vaga da pandemia que atinge o país em força.

07h05 - EUA com 3.618 mortos e 147.183 casos em 24 horas. Os Estados Unidos registaram 3.618 mortes causadas pela Covid-19 e 147.183 casos nas últimas 24 horas, indicou a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

07h02 - Vacinação de funcionários não prioritários? INEM rejeita acusações. A Associação Nacional de Emergência e Proteção Civil (APROSOC) denunciou, através de um comunicado, a vacinação profissionais não prioritários no Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que já veio hoje a público negar as acusações.

07h00 - Bom dia! Iniciamos aqui um novo registo onde pode acompanhar todas as incidências acerca do novo coronavírus. Para recordar as atualizações da tarde de ontem, clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Costa assume que as "coisas estão a correr muito mal"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório