Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

AO MINUTO: Brasil com mais de 6 mil mortos. Hostel evacuado em Lisboa

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Brasil com mais de 6 mil mortos. Hostel evacuado em Lisboa

Após uma longa reunião de Conselho de Ministros, o primeiro-ministro anunciou na tarde desta quinta-feira que o país passará do Estado de Emergência, que termina este sábado às 00h00, ao estado de calamidade pública devido à pandemia de  Covid-19, dando conta igualmente do plano de levantamento gradual das restrições

De acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), o país contabiliza 1007 mortes (mais 18 face a ontem) e 25.351 infetados (mais 306 relativamente ao dia anterior). 

pandemia de Covid-19 já matou  230.309 pessoas pessoas e infetou 3,2 milhões em todo o mundo desde que surgiu em dezembro, na cidade chinesa de Wuhan, segundo os últimos dados oficiais.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no resto do mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - O registo desta sexta-feira, dia 1 de maio, termina por aqui e será retomado na manhã de sábado. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h20 - Francisco Louçã disse, esta sexta-feira, no seu espaço semanal de comentário político na SIC Notícias, que "é inaceitável" que o Governo decrete estado de calamidade durante várias semanas e garante que com esta declaração "estamos a entrar numa zona de grande incerteza constitucional".

23h13 - Os EUA autorizaram o uso do medicamento antiviral Remdesivir para o tratamento de pacientes de covid-19, apesar de a farmacêutica que o produz ter advertido de que ainda não está comprovada a sua eficácia.

22h31 - Rui Rio criticou a concentração de "milhares de pessoas da CGTP e do PCP" no 1.º de Maio, considerando que a exceção à proibição de circular entre concelhos revela que "a geringonça goza de estatuto especial".

22h11 - A Carris vai reforçar, a partir de segunda-feira, a oferta de autocarros e que todos os utilizadores têm de usar máscara, entrar pela porta da frente e validar o título de transporte.

21h55 - A pandemia do novo coronavírus já matou 235.519 pessoas em todo o mundo e infetou 3,3 milhões desde que surgiu em dezembro.

21h54 - O Presidente da República promulgou hoje o diploma do Governo à sétima alteração ao Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março, que estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo coronavírus. Pode consultar aqui os diplomas aprovados, entre os quais estão estas duas medidas:

  •  É possível circular com documentos de identificação caducados depois de 30 de junho, desde que o cidadão tenha um comprovativo de já ter solicitado a respetiva renovação;
  • "Durante o período em que vigorar o estado epidemiológico resultante da doença Covid-19 são suspensas" as obrigações de "facultar ao consumidor ou utente o livro de reclamações" e de "cumprimento do prazo no envio dos originais das folhas de reclamação";

21h20 - A Organização Mundial de Saúde (OMS) defendeu hoje que o novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19 que já fez mais de 230 mil mortos e infetou pelo menos 3,2 milhões de pessoas, é de "origem natural".

21h06 - A decisão do Governo de manter fechados os ginásios em maio pode levar ao encerramento de entre 60 a 70% dos ginásios, segundo a Associação de Ginásios e Academias de Portugal.

20h52 - O número de mortes no Brasil subiu para 6.329. Já o o número de infetados passou para 91.589.

20h40 - Direção-Geral da Saúde (DGS) revelou quais as medidas a adotar em clínicas, consultórios ou serviços de saúde oral dos cuidados de saúde primários, setor social e privado na fase de desconfinamento. Saiba tudo aqui

20h15 - O Equador ultrapassou hoje os mil mortos associados à covid-19, registando 1.063 óbitos, 163 dos quais nas últimas 24 horas, anunciou hoje o governo.

20h06 - A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social afirmou hoje que a Segurança Social transferiu "até ao momento" 216 milhões de euros em medidas criadas pelo Governo para responder à crise provocada pela pandemia.

20h00 - A pandemia de covid-19 já provocou a morte a mais de 140 mil pessoas na Europa.

19h53 - O primeiro-ministro da República da Irlanda, Leo Varadkar, anunciou hoje que vai prolongar até 18 de maio o confinamento, decretado para travar a propagação do novo coronavírus e perspetivou para setembro a reabertura das escolas.

19h44 - A Madeira mantém 86 casos de covid-19 pelo sétimo dia consecutivo, com 47 doentes recuperados, mais quatro do que na quinta-feira.

19h30 - A Autoridade Regional de Saúde vai realizar, na terça-feira, novos testes aos utentes e funcionários no lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia do Nordeste, na ilha de São Miguel, onde surgiram quatro novos casos de covid-19.

19h24 - As aulas presenciais na Universidade Nova de Lisboa (UNL) vão ser retomadas na segunda-feira com o uso obrigatório de máscara.

19h11 - A Região Autónoma dos Açores é a única do país onde não vigora a obrigatoriedade do uso de máscara por parte dos cidadãos.

19h09 - Os próximos Jogos Mundiais de Praia, que estavam previstos para 2021, vao ser adiados para 2023, para aliviar a pressão sobre o calendário desportivo do próximo ano, foi hoje anunciado.

19h06 - 20 pessoas infetadas com Covid-19 foram retiradas, esta sexta-feira, do Turkish Style Hostel, em Lisboa. A informação avançada pela TVI24 dá ainda conta que mais 30 pessoas que estavam alojadas nesta unidade na Avenida Almirante Reis foram retiradas e irão cumprir isolamento profilático.

18h51 - Morreram 218 pessoas em França, nas últimas 24h, com Covid-19. O total de óbitos é agora de 24.594. 

18h47 - A Câmara Municipal de Óbidos anunciou hoje o cancelamento da edição deste ano do Mercado Medieval.

18h41 - A Universidade do Porto lançou uma plataforma que, através de videochamada, 'live chat' ou 'email', presta apoio psicológico à comunidade académica.

18h28 - O Governo acaba de anunciar que os funcionários das creches portuguesas vão começar a ser testados a partir deste sábado, dia 2 de maio.

18h11 - O que é que sente mais falta desde que foi declarado o estado de emergência em Portugal? 84% dos portugueses confessa ser estar com os amigos e familiares.

17h58 - Moçambique anunciou hoje mais três casos de infeção pelo novo coronavírus, elevando para 79 o total acumulado, sem registo de mortes.

17h52 - O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, anunciou que as escolas e universidades vão permanecer fechadas no resto do ano académico.

17h50 - Rui Rio defendeu hoje que o 1.º de Maio deve ser especialmente assinalado num momento em que a qualidade de vida dos trabalhadores está ameaçada e pediu unidade "no combate económico" que Portugal vai enfrentar.

17h49 - O número de mortes provocadas pela Covid-19 em África subiu para 1.640 nas últimas horas, com mais de 39 mil casos da doença registados em 53 dos 55 países.

17h45 -  Morreram 3.258 pessoas na Turquia com Covid-19, mais 84 que ontem. O número de infetados subiu para 122.392, mais 2.188 nas últimas 24 horas.

17h32 - O Conselho do Governo dos Açores decidiu hoje prorrogar, no concelho do Nordeste, na ilha de São Miguel, a declaração do estado de calamidade pública e a sua cerca sanitária das 00:00 de segunda-feira até às 00:00 de 18 de maio.

17h28 - Desde o dia 26 de abril que Itália não registava um número tão baixo de óbitos. Morreram 269 nas últimas 24 horas, aumentando o número de óbitos no país, devido à pandemia da Covid-19, para 28.263.

17h12 - Reino Unido regista mais 739 mortes por Covid-19 em 24 horas. No total, já morreram 27.510 pessoas no país. O número de infetados subiu, esta sexta-feira, para 117.454, mais 6.201 que esta quinta-feira.

16h56 - Cinco idosos internados no Hospital das Forças Armadas Portuguesas conseguiram vencer a luta contra a Covid-19 e tiveram alta. O momento emocionante foi assinalado nas redes sociais. Veja aqui.

16h46 - O Governo da Índia ordenou hoje a extensão do confinamento dos seus 1,3 mil milhões de habitantes até 18 de maio para conter o novo coronavírus, enquanto o país regista 35.043 casos positivos e 1.147 mortes pela covid-19.

16h42 - A Rodoviária de Lisboa (RL) vai tornar obrigatório o uso de máscara pelos utentes e de viseiras, luvas e máscaras pelos trabalhadores, bem como a validação do título de transporte.

16h00 - A fadista Cuca Roseta vai dar um concerto "sobre rodas" pelas ruas da capital, este sábado ao final da tarde. Para saber se ela passa pela sua rua clique aqui

15h57 - O Centro de Operações de Emergência de Saúde da Guiné-Bissau aumentou hoje para 257 o número de casos infetados com covid-19 no país.

15h53 - Dezenas de jornalistas morreram nos últimos dois meses no mundo devido ao novo coronavírus, segundo uma estimativa da organização suíça Press Emblem Campaign.

15h45 - O Irão anunciou hoje ter registado apenas 63 mortes ligadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, indicando também uma descida nas infeções com o novo coronavírus.

15h44 - Depois de cantarem o Hino Nacional, pelas 15h44, os sindicalistas que celebraram o Dia do Trabalhador começaram a desmobilizar, tal como foi pedido pela organização.

15h40 - A diretora-geral da Saúde destacou hoje que "todos os dias" se tem assistido a uma "diminuição do número de óbitos" por covid-19 e que os níveis de letalidade de Portugal "estão de acordo com as letalidades gerais de outros países".

15h33 - O secretário-geral do PCP marcou presença, esta sexta-feira, no 1.º de Maio da CGTP-IN em Lisboa. Jerónimo de Sousa destacou, em declarações aos jornalistas, a importância de assinalar a data numa altura em que vários trabalhadores ficaram sem emprego.

15h29 - Donald Trump ligou, ao início da tarde desta sexta-feira, a Marcelo Rebelo de Sousa e "elogiou o desempenho português" perante a pandemia da Covid-19.

15h22 - Isabel Camarinha fez, esta sexta-feira, o seu primeiro discurso de 1.º de maio como secretária-geral da CGTP, na Alameda, em Lisboa. As primeiras palavras foram para os trabalhadores “que estão na primeira linha da resposta ao surto".

De seguida, Isabel Camarinha garantiu que a CGTP está a garantir “as medidas de proteção da saúde e distanciamento”, recomendadas pelas autoridades de saúde e respondeu às críticas feitas às ações do Dia do Trabalhador. “Estamos na rua, por direito e por dever, para com aqueles que representamos e que enfrentam uma brutal ofensiva, que estão sujeitos ao aproveitamento que alguns fazem do vírus, para acentuar a exploração, que têm na precariedade do vínculo laboral um elemento de instabilidade permanente das suas vidas”, atirou, acrescentando: “alguns queriam calar-nos, mas não nos calamos. [Estar na rua] é um direito de que não abdicamos”.

15h10 - Na Avenida dos Aliados, no Porto, o 1.º de Maio também foi assinalado com centenas de sindicalistas e representantes da CGTP a manterem a distância social assegurada pelas marcações, no chão. Nos rostos veem-se máscaras e nas mãos bandeiras da CGTP e dos respetivos sindicatos.

15h06 - Centenas de sindicalistas e representantes das estruturas sindicais da CGTP estão já alinhados nos relvados da Alameda, em Lisboa, à espera do discurso de Isabel Camarinha, no âmbito das comemorações do Dia do Trabalhador, que esta sexta-feira, dia 1 de maio, se celebra.

No local há 72 filas delimitadas por fitas, com uma distância de cinco metros . Em cada fila, há espaço para 15 pessoas, separadas por, pelo menos, um metro de distância. Quase todas de máscara, algumas cirurgicas, outras vermelhas que foram distribuídas pela organização.

15h03 - As autoridades de saúde cabo-verdianas contabilizaram hoje mais um caso de covid-19 na ilha de Santiago, elevando o total no arquipélago, desde 19 de março, para 122 pessoas infetadas com o novo coronavírus, quatro dos quais já recuperaram.

14h50 - A Autoridade de Saúde Regional dos Açores informou que foram diagnosticados mais quatro casos positivos de Covid-19 na ilha de São Miguel e uma morte no Hospital do Divino Espírito Santo, de Ponta Delgada.

14h30 - Salvador Malheiro diz não ter dúvidas de que "Ovar é já o município português com maior nível de imunidade", dado que é o concelho com maior rácio de infetados por habitante. Por isso, defende o autarca, Ovar "será dos municípios mais seguros do país".

14h25 - A PSP iniciou hoje a realização de várias operações de sensibilização e fiscalização nos limites entre concelhos da Grande Lisboa, para impedir a circulação intermunicipal para condutores sem justificação válida.

14h15 - Apesar de o foco estar no plano de desconfinamento, recorde-se que o Estado de Emergência vigora até à meia-noite de amanhã, dia 2. 

14h00- Eis os cinco concelhos com mais casos de Covid-19. Saiba quantos há no seu

13h52- Graça Freitas sublinhou que Portugal, "por precaução", vai mais longe do que muitos países na Europa ao testar uma vez, 14 dias depois do início dos sintomas, os doentes infetados com Covid-19 que tiveram uma infeção ligeira e que foram tratados em domicílio. 

13h44 - "A utilização das máscaras não deve fragilizar as restantes medidas que temos que manter", voltou a enfatizar a ministra, acrescentando que nos casos em que o uso vai ser obrigatório, nomeadamente nos transportes públicos, "prevê-se uma coima para a sua não aplicação".  O mesmo já havia admitido ontem António Costa, em entrevista à RTP

13h30 - A ministra da Saúde assegurou a continuidade das medidas para controlar a transmissão do vírus e para reduzir a mortalidade e os casos graves de infeção, mantendo a "reserva estratégica" de meios.

13h29 - Marta Temido assinalou que "o país está mais pronto agora" e "precisa, de facto, de iniciar a reativação da vida económica e social". "Esse sucesso continua a depender de nós", acentuou a ministra, deixando uma palavra especial a todos os trabalhadores que "garantiram o funcionamento do país nesta fase particularmente difícil e dura",  desde logo os profissionais de saúde.

"Compete-nos a todos preparar as condições sanitárias para os que vão regressar ao trabalho o façam com "a maior segurança e tranquilidade" possíveis, assinalou. A governante fez ainda "um apelo ao cumprimento de uma nova na qual queremos trilhar um caminho sustentado", nomeadamente o dever cívico ao recolhimento e cumprimento das regras que vão sendo definidas. 

13h22 - Volvidos dois meses do início da pandemia em Portugal, a ministra da Saúde fez um balanço sobre o que já se sabe sobre a Covid-19:

  • "Estamos perante uma doença muito contagiosa";
  •  "A transmissão acontece sobretudo em determinados grupos, até geográficos;
  • "A doença com sintomas ligeiros se situa em 86 % dos infetados;
  •  "Há uma percentagem de doentes internados que é de menos de 5% e menos de 1% em UCI;
  •  "Os casos graves, e óbitos, têm-se concentrado em pessoas com mais de 75 anos e com doença crónica";
  • "Não haverá a curto prazo vacina ou tratamento disponível".

13h18 - Nos últimos 5 dias de análise, 23 e 27 de abril, o RT (taxa de transmissão) foi de 0.92%, destacou a ministra Marta Temido na conferência de imprensa da DGS desta sexta-feira, salientando que este valor tem pequenas variações por região.

Acompanhe aqui a conferência em direto

12h50 - Portugal ultrapassou hoje a barreira dos mil mortos devido à Covid-19, registando um total de 1007 mortes, mais 18 face aos dados de ontem. O número de infetados aumentou 306, situando-se agora nos 25.351. O país regista ainda 1.647 doentes recuperados, mais 128. 

12h30 - Milhares de agentes da PSP fiscalizam hoje as fronteiras entre concelhos para garantir que a limitação de circulação é cumprida com o Grande Porto a não ser exceção a uma sensibilização que visa explicar que "deslocações desnecessárias acarretam riscos". De resto, PSP e GNR intensificam patrulhamento até segunda-feira

12h10 - Foi através do Instagram que a nova versão do clássico dos Queen foi gravada. A partir de Londres, Cornwall e Los Angeles, Brian May, Roger Taylor e Adam Lambert (cada um em sua casa) gravaram 'You Are The Champions', uma versão criativa dedicada a todos aqueles que estão na linha da frente no combate à Covid-19, profissionais de saúde e não só. Pode ouvir aqui.

11h50- A polícia deteve hoje responsáveis sindicais que desfilavam em Istambul para assinalar o Dia Mundial do Trabalhador, apesar de uma proibição de sair à rua devido à luta contra a pandemia

11h45 - Bloco de Esquerda divulga relatório com balanço das denúncias feitas até hoje no site despedimentos.pt.

11h40- A coordenadora do BE lembra que a "enorme crise económica e social" causada pela pandemia de Covid-19 "não chega a todos da mesma forma" e dá conta que o site criado pelo partido recebeu, até agora, mais de mil denúncias que correspondem a cerca de 102 mil trabalhadores. "Só a luta de quem trabalha pode criar resposta mais solidária à crise", defende, num vídeo a propósito do 1.º de Maio. 

11h20 - A Bélgica registou, nas últimas 24 horas, 513 novos casos de Covid-19, menos 147 do que na quinta-feira. País regista agora 49.032 infetados e 7.703 óbitos.

11h00 - A Alemanha, o quinto país com mais casos de Covid-19 no mundo, regista 160.758 infeções, um aumento de 1.639 em relação ao dia anterior, e um crescimento de 193 óbitos para um total de 6.481. 

10h40 - António Costa deixou uma mensagem no Twitter assinalando o Dia do Trabalhador. "Em tempos de exceção, temos de ter sempre como prioridade defender o trabalho, a sua dignidade e importância numa sociedade que se quer mais justa", destacou o primeiro-ministro, pedindo unidade.

"Vivemos tempos em que os trabalhadores, o Estado e as empresas partilham esforços para preservar os postos de trabalho. Sabermos estar unidos nesta causa, protegendo quem trabalha e o seu trabalho, deve ser a principal mensagem neste dia", escreveu.

10h20 - O número de mortos em Espanha aumentou 281 nas últimas 24 horas, situando-se agora nos 24.824 desde o início da pandemia. País vizinho regista agora 215.216 infetados e 114.678 curados.

Esta sexta-feira, o Governo espanhol deu conta que prevê que o PIB caia 9,2% e que a taxa de desemprego suba para 19% em consequência da pandemia

10h00 - O presidente do CDS considerou que "a melhor forma de celebrar" o 1.º de Maio é exigir ao Estado "que pague o que deve" aos trabalhadores, e acusou o Governo de ter criado "uma trapalhada monstruosa no 'lay-off'".  "O CDS está ao lado de quem trabalha e entende que a melhor forma de celebrar o Dia do Trabalhador é exigir ao Governo que pague o que deve a todos os trabalhadores", afirma Francisco Rodrigues dos Santos.

9h50- Ensaios clínicos com plasma de sangue de doentes recuperados da covid-19 vão arrancar este mês em 10 unidades distribuídas pelo país, revelou o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST).

9h30- Teletrabalho veio para ficar mas acarreta riscos, dizem especialistas

9h10 - Isabel Camarinha, secretária-geral da CGTP, explicou que este 1.º de Maio reveste-se de "características muito diferentes" devido à "situação complexa e difícil do combate ao vírus". Mas, "ainda mais importante se torna, tendo em conta a situação que está a ser vivida por milhões de trabalhadores do nosso país".

Não sendo possível realizar as manifestações e concentrações habituais, quem participa hoje nas ações previstas em 24 locais tem uma autorização para poder circular entre concelhos. A responsável lembrou que irão ser seguidas as normas de segurança, nomeadamente entre 3 a 5 metros de distância entre cada participante e lugares marcados. "Não haverá movimentos, não haverá desfiles", sublinhou.

Prazos de cumprimento do pagamento de layoff? "Temos vindo a colocar muitas preocupações com isso", disse a secretária-geral da CGTP

A responsável assinalou ainda a "importância enormíssima" que o 1.º de Maio tem para todos os trabalhadores, lembrando que que faz 130 anos das primeiras comemorações deste dia no mundo.  

9h05 - A Autoridade Marítima Nacional recomenda a toda a população que neste  fim de semana prolongado, com previsão de aumento da temperatura, se mantenha afastada das praias, assumindo um comportamento de segurança e evitando expor-se ao risco.

9h00 - Os parques e museus de Pequim, incluindo a antiga Cidade Proibida, reabriram ao público hoje, depois de ficarem fechados durante meses devido à pandemia da Covid-19.

8h40 - "O espírito do 1 de Maio, o espírito de solidariedade, talvez nunca tenha estado tão vivo", assinalou Emmanuel Macron numa comunicação aos franceses publicada no Twitter.

8h20- O investigador da Universidade Nova Pedro Simões Coelho defende que pandemia de covid-19 exigiu mais flexibilidade ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) e mostrou que a produtividade pode aumentar com os atos médicos à distância.

8h10 - Carlos Silva, da UGT, falou de 1.º de Maio "excecional" e salientou em declarações à RTP que, apesar de entrarmos numa nova etapa, importa não baixar os braços e "achar que agora já estamos na normalidade".A UGT "entendeu não correr riscos e não fazer correr riscos à população", preferindo transmitir a sua mensagem nas redes sociais ao longo do dia.

7h50 - O primeiro-ministro frisou ontem que apesar de terminar o Estado de Emergência, a população continua a ter o dever de manter o maior recolhimento, assinalando que o processo gradual de levantamento das restrições tem riscos. Por isso, deixou claro: "Não hesitarei em dar um passo atrás se tal for necessário"

7h40 - Por falar em máscaras, siga as recomendações da DGS sobre como as deve usar. 

7h35 - O uso de máscara passa a ser obrigatório em transportes, escolas e comércio, ou seja, em espaços onde exista maior concentração de pessoas. António Costa admitiu que, no caso dos transportes públicos, podem ser aplicadas multas a quem não cumprir a regra.

7h30 - Está a par do calendário de desconfinamento?

Eis algumas datas a reter:

4 de maio, segunda-feira, dia em que reabre o pequeno comércio local (lojas de rua com até 200m2, incluindo cabeleireiros);

A 18 de maio reabrem as lojas com porta aberta para a rua até 400m2 ou partes de lojas até 400 m2 (ou maiores por decisão da autarquia), restaurantes, cafés, pastelarias e esplanadas também podem 'abrir portas'; 11º e 12º anos ou 2º e 3º anos de outras ofertas formativas (10h-17h), equipamentos sociais na área da deficiência e creches (com opção de apoio à família)

No dia 1 de junho,  reabrem as lojas com área superior a 400m2 ou inseridas em centros comerciais. Reabrem as creches, pré-escolar e ATLs.

7h20 - Celebra-se hoje o 1.º de Maio, Dia do Trabalhador. Festejado em tempo de pandemia, o dia vai ser assinalado com os vídeos da UGT ou com as iniciativas de rua da CGTP, em 24 cidades e com poucos participantes.

7h10 - O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou na noite de quinta-feira que os esforços para travar a disseminação do novo coronavírus no país, como o isolamento social, foram "inúteis" e geraram desemprego.

Segundo os últimos dados, o Brasil registou mais 435 mortes de pessoas infetadas pelo novo coronavírus e o recorde de 7.218 novos infetados nas últimas 24 horas. País regista um total de  5.901 óbitos e 85.380 de casos confirmados.

7h08 - China regista 12 casos de infeção nas últimas 24 horas. Segundo o último balanço, o número de infetados ativos no país fixou-se em 599. Desde o início da epidemia, a China registou, no total, 82.874 infetados e 4.633 mortos devido a Covid-19. Até ao momento, 77.642 pessoas tiveram alta.

7h05 - Os Estados Unidos registaram 2.053 mortos nas últimas 24 horas devido à pandemia da covid-19, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. No total, 62.906 pessoas morreram nos EUA. O número de infetados subiu para 1.068.696 com cerca de 126 mil pessoas a serem dadas como recuperadas.

7h00 - Bom dia! Inicia-se aqui o acompanhamento AO MINUTO. Lembre-se que a circulação entre concelhos está proibida desde as 00h00 de hoje até às 23:59 de domingo, sendo apenas permitida por motivos de saúde ou por "urgência imperiosa".

Recorde aqui o anterior acompanhamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório