Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2022
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Covid-19: Nas últimas 24 horas, morreram 281 pessoas em Espanha

Número de mortes diárias em Espanha devido à Covid-19 subiu ligeiramente hoje. De acordo com os dados divulgado, nas últimas 24 horas morreram 281 pessoas, aumentando para 24.824 o número de vítimas mortais.

Covid-19: Nas últimas 24 horas, morreram 281 pessoas em Espanha

O número de vítimas mortais devido à Covid-19 em Espanha aproxima-se dos 25 mil (24.824), com registo de 281 mortes nas últimas 24 horas. De acordo com os dados divulgados pelas autoridades de saúde espanholas, o número de infetados pelo novo coronavírus é agora de 215.216. 

Os números diários indicam ainda que, nas últimas 24 horas, há 2.628 pessoas curadas depois de terem contraído a doença, sendo o total de 114.678 desde o início da pandemia.

A tendência geral nos últimos dias tem sido de diminuição do número de casos positivos e de mortes associados à covid-19, com o número de curados a aumentar e um alívio de todo o sistema de internamento hospitalar.

Esta situação leva a que o maior hospital de campanha montado no início da crise na Feira Internacional de Madrid feche hoje as suas portas, quarenta dias depois de ter começado a receber os primeiros pacientes - mais de 3.800 no total -, apesar de deixar as suas instalações prontas para o caso de ser necessário abri-las novamente se se verificar um ressurgimento da covid-19.

Este hospital de campanha começou a funcionar em 22 de março, após um processo de instalação muito rápido que lhe permitiu receber os primeiros doentes, muitos deles graves, em apenas algumas horas.

A evolução da covid-19 também levou o Governo espanhol a desenhar um plano para aliviar as medidas muito rígidas de confinamento da população em vigor desde o início do Estado de emergência em 15 de março passado.

Os cidadãos poderão sair à rua a partir deste sábado para passear e praticar desportos individuais uma vez por dia, exceto os que apresentam sintomas e estão isolados, mas para evitar a aglomeração, são estabelecidas faixas horárias diferentes para grupos da população: idosos e dependentes; crianças até aos 14 anos de idade; e o resto dos adultos e adolescentes (dos 14 aos 70 anos de idade).

O Governo espanhol definiu uma fase de transição com o desmantelamento "gradual, assimétrico, coordenado e adaptável" das medidas de confinamento até finais de junho, quando todo o país possa entrar numa "nova normalidade" em que se espera que a pandemia de covid-19 esteja controlada.

Espanha é o segundo país com mais mortos com a pandemia por cada milhão de habitantes (525 óbitos), depois da Bélgica (665) e antes da Itália (463), Reino Unido (394) e França (373), numa lista em que os Estados Unidos têm 193 e Portugal 97.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 230 mil mortos e infetou mais de 3,2 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos a aliviar diversas medidas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório