Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Mulher contratou assassinos da máfia italiana para matarem ex-companheiro

O homem foi emparedado vivo. Corpo só foi encontrado seis anos depois.

Mulher contratou assassinos da máfia italiana para matarem ex-companheiro

Uma mulher de 64 contratou quatro assassinos da máfia siciliana para matarem o seu ex-companheiro, que a rejeitou que lhe roubou algumas jóias, revelou a polícia italiana.

A vítima identificada como Lamaj Astrid, um cidadão albanês de 41 anos, foi emparedada ainda viva, de acordo com o The Guardian.

O homem desapareceu em 2013 mas o corpo só foi descoberto em janeiro deste ano, na sequência de uma investigação da procuradoria de Caltanissetta, na Sicília.

O corpo foi encontrado no interior de uma habitação em Senago, no norte de Itália, durante obras de renovação. Foi identificado através de farrapos das suas roupas. No entanto, as autoridades só divulgaram a descoberta do corpo e informações sobre o caso esta sexta-feira.

Os quatro suspeitos de terem assassinado o homem foram detidos na Sicília e pertencem ao clã Riesi. São acusados de homicídio e de ocultação de cadáver. A mulher que encomendou o crime ainda tentou fugir quando soube da descoberta do corpo do seu ex-companheiro, mas foi detida no aeroporto de Génova.

“A mulher tinha contactos importantes na máfia de Riesi. Um chefe da máfia terá dado o aval para o assassinato”, contou um chefe da polícia ao La Repubblica.

Estima-se que os corpos de dezenas ou até centenas de vítimas da máfia continuem desaparecidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório