Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Deitou-se com uma dor de cabeça, acordou quatro dias depois com uma filha

Ebony Steveson tem uma condição rara que permitiu ser possível desconhecer a existência de gestação. Teve que ser colocada em coma induzido durante quatro dias.

Deitou-se com uma dor de cabeça, acordou quatro dias depois com uma filha

Uma jovem de 18 anos de idade deitou-se com uma dor de cabeça e acabou por ser colocada quatro dias em coma induzido para poder recuperar. Durante esse intervalo de tempo, deu á luz uma menina, sem saber, alegadamente, que estava grávida.

O insólito caso aconteceu com Ebony Steveson, a 2 de dezembro do ano passado, de acordo com o site de entretenimento britânico LADbible.

As dores de Ebony pioraram durante a noite e foi levada para o Hospital Royal Oldham. As análises revelaram uma gravidez e, depois de várias convulsões, foi também descoberto que a jovem tinha pré-eclâmpsia.

A pré-eclâmpsia, sublinhe-se, é uma síndrome que ocorre unicamente na gravidez e que resulta, entre outras condições, na subida da pressão sanguínea e dores de cabeça persistentes.

Os médicos decidiram então pela cesariana de emergência e o coma induzido. Nasceu, entretanto, uma menina.

Notícias ao MinutoEbony esteve em coma durante quatro dias© Reprodução LADbible

A jovem garante que não sabia que estava grávida e que não tinha barriga grande, não tinha enjoos nem sequer ficou sem o período. Uma série de incongruências aparentes que podem ser explicadas pela sua peculiar situação de saúde. Os médicos revelaram que Ebony tem uma condição rara chamada 'uterus didelphys', ou seja, nasceu com dois úteros. Um deles continuou a sua função normal, enquanto o outro fez a gestação do bebé.

A britânica acordou, portanto, no dia 6 de dezembro, após quatro dias em coma, e foi surpreendida com o facto de ser mãe. Depois do choque inicial - "uma experiência extra-corpórea", de acordo com a própria -, ganhou a natural afeição pela menina, a quem chamou de Elodie.

"Tive medo de não conseguir criar ligação com a minha filha, porque não tive tempo de me habituar à ideia da chegada dela, mas acho que ela é incrível. É um milagre absoluto. Não trocava a Elodie por nada neste mundo", afirmou a jovem mãe. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório