Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 18º

Edição

Depois de França e Portugal, "coletes amarelos" chegam a Taiwan

Milhares de manifestantes vestidos com coletes amarelos, inspirados nos recentes protestos em França e replicados em Portugal, ocuparam hoje as ruas de Taiwan para exigirem menos impostos, na sua terceira mobilização em menos de uma semana.

Depois de França e Portugal, "coletes amarelos" chegam a Taiwan
Notícias ao Minuto

07:52 - 27/12/18 por Lusa

Mundo Manifestação

De acordo com agências noticiosas, milhares de manifestantes mobilizaram-se até à sede do Ministério das Finanças, em Taipé, empunhando bandeiras e gritando palavras de ordem contra a política fiscal na ilha.

"Isto é pelo nosso futuro", disse uma estudante de 23 anos Joanna Tai, citada pela agência Associated Press (AP). "Olhamos para os salários em Hong Kong e no interior da China. Queremos saber por que há tanta diferença em relação a Taiwan", acrescentou.

O grupo ativista "Tax & Legal Reform League" convocou o protesto depois de já ter mobilizado 20 mil pessoas, há uma semana, em frente à sede do Governo, e outras 10 mil no sábado, de acordo com a imprensa local.

Os organizadores dizem-se inspirados pelo sucesso dos recentes protestos franceses.

Há mais de um mês, o movimento inédito "coletes amarelos", nascido nas redes sociais, espalhou-se por toda a França, dando azo a cenários de conflito em Paris e obrigando o Governo a adotar medidas sociais estimadas em dez mil milhões de euros.

Ao contrário de Paris, o movimento não paralisou nenhuma cidade portuguesa, no passado dia 21 de dezembro. As manifestações, com pouca adesão, provocaram apenas alguns condicionamentos de trânsito, tendo a polícia identificado 24 pessoas e detido quatro manifestantes, na sequência de desacatos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório