Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

Ex-primeiro ministro paquistanês Nawaz Sharif foi preso

O ex-primeiro ministro do Paquistão Nawaz Sharif e a filha Maryam foram hoje presos na cidade paquistanesa de Lahore, uma semana depois de terem sido condenados, respetivamente, a 10 e sete anos de prisão, por corrupção.

Ex-primeiro ministro paquistanês Nawaz Sharif foi preso
Notícias ao Minuto

21:15 - 13/07/18 por Lusa

Mundo Corrupção

"Uma equipa do Gabinete de Responsabilidade Nacional (NAB) colocou sob custódia policial Nawaz Sharif e Maryam Sharif à sua chegada ao aeroporto de Lahore, provenientes de Abu Dabi", disse a chefe da polícia de Lahore, Amara Athar, citada pela agência Efe.

Por "motivos de segurança" a fonte não informou para onde foram levados os dois detidos.

Um porta-voz da polícia de Lahore, Mohamed Safdar, explicou à Efe que uma equipa do corpo anticorrupção, acompanhada de elementos da polícia e do corpo de "rangers", levou os detidos para outro avião para serem transferidos para a capital do Paquistão, Islamabad.

Em Lahore, capital da província do Punjab, milhares de apoiantes de Sharif e da "sua" Liga Muçulmana do Paquistão (PML-N) protestaram contra a prisão do líder, que regressava ao país a menos de duas semanas das eleições gerais, marcadas para dia 25.

As televisões locais mostraram alguns confrontos entre os manifestantes e as forças da segurança, mas a polícia não deu informação sobre o número de feridos e de detidos.

Os protestos aconteceram mesmo depois de o governo da província ter chamado 10 mil polícias e proibido o PML-N de fazer manifestações.

As autoridades bloquearam várias ruas para evitar que os apoiantes de Sharif se aproximassem do aeroporto e cortaram as comunicações móveis.

Sharif foi afastado do cargo de primeiro-ministro em julho de 2017 pelo Supremo Tribunal do Paquistão, na sequência de uma irregularidade detetada numa investigação que começou nos chamados "Panamá Papers", milhões de documentos confidenciais da sociedade de advogados Mossack Fonseca, do Panamá.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório