Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
27º
MIN 26º MÁX 27º

Edição

'Não Comam Antes de Ler Isto': O artigo que levou Bourdain à fama global

Em 1999, Anthony Bourdain escreveu um artigo para a The New Yorker. O artigo versava sobre tudo o que se passa na cozinha e demonstrava a forma como o chef apreciava a comida, o ato de consumi-la.

'Não Comam Antes de Ler Isto': O artigo que levou Bourdain à fama global
Notícias ao Minuto

18:39 - 08/06/18 por Fábio Nunes

Mundo Óbito

Quase todas as pessoas têm um momento que muda as suas vidas. Não se sabe se este foi o momento que mudou a vida de Anthony Bourdain, mas foi o momento que o catapultou para a fama global. Em 1998, tornou-se o chef do Brasserie Les Halles, um dos restaurantes mais conhecidos de Nova Iorque. Um ano depois decidiu escrever um artigo que mudou tudo.

‘Don’t Eat Before Reading This’ (‘Não Comam Antes de Ler Isto’), foi este o título do artigo que Bourdain enviou para a revista The New Yorker, como o próprio explicou “num estado de inebriação”, sem ter qualquer expectativa de que de fosse publicado.

O artigo debruçava-se sobre tudo o que se passa na cozinha de um restaurante. Já se percebia o valor que Bourdain dava à comida, ao seu consumo. Denotava-se já uma linguagem muito própria e que o distinguiu dos demais chefs, de criar uma ligação com o leitor (com os telespectadores mais tarde) e claro, o seu humor por vezes bastante ousado.

“Boa comida, comer bem, é tudo sobre sangue e órgãos, crueldade e decadência. É tudo sobre gordura de porco cheia de sódio, de queijos triplamente cremosos e mal cheirosos, de tenras glândulas de timo e de fígados distendidos de jovens animais”, assim começa o artigo.

Também destaca o ambiente próprio de uma cozinha.

“Eu amo a estranheza pura da vida na cozinha: os sonhadores, os excêntricos, os refugiados, e os sociopatas com quem continuo a trabalhar; os sempre presentes cheiros de ossos assados, de peixe a dourar e de líquidos em ebulição; o barulho e o ruído, o silvo e o espirro, as chamas, o fumo, e o vapor… Ser um chef é muito parecido com ser um controlador de tráfico aéreo: estás constantemente a lidar com a ameaça do desastre. Tens de ser Pai e Mãe, sargento, detetive, psiquiatra e padre de uma equipa de oportunistas, hooligans mercenários, que deves proteger das estratégias nefastas e muitas vezes idiotas dos donos. Ano após ano, os chefs lutam contra os salários inconstantes, fornecedores furiosos, donos desesperados que procuram o golpe de mestre que vai ser a curar para os seus restaurantes: Cabaret ao vivo! Camarão gratuito! Brunch de New Orleans!”.

Este artigo foi a sua grande base para o bestseller ‘Kitchen Confindential: Adventures in the Culinary Underbelly’. Livro que levou ao seu primeiro programa na televisão, ‘A Cooks Tour’ do Food Network. O resto é história.

Se quiser pode ler o artigo todo aqui.

--

Serviços telefónicos de apoio emocional e prevenção ao suicídio em Portugal

SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 800 209 899 (Número gratuito)

Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159

SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707

Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.