Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

Ex-Misses contra fim da prova de biquíni

Modelos consideram que acabar com a prova é o mesmo que dizer que uma mulher não pode ser bonita e inteligente ao mesmo tempo.

Ex-Misses contra fim da prova de biquíni
Notícias ao Minuto

10:52 - 07/06/18 por Andrea Pinto 

Mundo EUA

Esta terça-feira, a organização do famoso concurso Miss Universo fez saber que, este ano, havia novidades. Uma delas era o fim da prova em biquíni, uma decisão que visava provar que a partir de agora a escolha da mulher mais bonita do mundo não se iria resumir à aparência.

A ideia gerou elogios mas há também o reverso da moeda. Ex-participantes do concurso estão indignadas e defendem que é possível ser "feminista em biquíni".

A ex-Miss America Erika Dunlap considera que abolir esta prova é ridículo porque "todos os dias devem ser encarados como um concurso de beleza". Madison Gesiotto, Miss Ohio em 2014, prevê que o concurso deixará de ter tanto sucesso após estas mudanças.

Também Kendal Morris, Miss Texas, se mostrou renitente quanto à decisão da organização, referindo que a prova em biquíni sempre a motivou a manter um estilo de vida saudável, e que por isso considera ser prejudicial eliminá-la do concurso.

A modelo Natasha Amera publicou um texto no Twitter onde partilha aqueles que são os seus pensamentos acerca do assunto e em que afirma que esta prova "não tem apenas a ver com o biquíni ou com o corpo", mas sim em demonstrar que "nos sentimos seguros no corpo que temos. Trata-se de empoderamento".

"Acabar com esta parte do concurso não representa evolução nem é construtivo porque insinua que uma mulher não pode ser bonita e inteligente ao mesmo tempo", pode ler-se.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório