Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2017
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

Dívida do setor público encolheu cerca de mil milhões de euros em julho

O endividamento do Estado seguiu o sentido contrário às dívidas dos privados e caiu no sétimo mês deste ano.

Dívida do setor público encolheu cerca de mil milhões de euros em julho
Notícias ao Minuto

12:25 - 21/09/17 por Bruno Mourão

Economia BdP

O montante total de dinheiro devido pelo setor público português aos credores caiu para os 316,8 mil milhões de euros em julho. A redução face ao mês anterior foi equivalente a cerca de mil milhões de euros, um valor que contrasta com o aumento de 400 milhões de euros no endividamento do setor privado.

"Em julho de 2017, o endividamento do setor não financeiro situou-se em 725,4 mil milhões de euros, dos quais 316,8 mil milhões respeitavam ao setor público e 408,6 mil milhões ao setor privado", explica o Banco de Portugal num comunicado oficial divulgado esta quarta-feira.

Segundo o regulador do sistema financeiro nacional, a redução da dívida do Estado "deveu-se, sobretudo, à diminuição do financiamento obtido junto do setor não residente e das próprias administrações públicas", ainda que tenha aumentado o endividamento bancário do setor público.

"A subida do endividamento do setor privado refletiu o acréscimo do endividamento externo das empresas privadas. Este acréscimo foi parcialmente compensado pela redução do endividamento destas empresas e dos particulares perante o setor financeiro residente", esclarece o Banco de Portugal.

[Notícia em atualização]

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório