Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 22º

"Ser campeão não chega". Os recordes que o Sporting ainda pode alcançar

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, colocou alta a fasquia quanto a esta temporada. Alguns registos, uns mais recentes, outros mais antigos, podem ainda ser batidos. Outros não.

"Ser campeão não chega". Os recordes que o Sporting ainda pode alcançar
Notícias ao Minuto

08:02 - 07/05/24 por David Silva

Desporto I Liga

"Ser campeão não chega, ainda podemos bater o recorde de pontos do Sporting e acrescentar jogos sem golos sofridos. Ainda podemos melhorar e é esse o objetivo”, disse Rúben Amorim, no sábado, depois de vencer o Portimonense, em casa, por 3-0.

O treinador do Sporting, que entretanto foi consagrado campeão, quer mais para além do título e aponta para o recorde de pontos dos leões. Outros registos podem ainda ser batidos pela formação leonina. 

O recorde de pontos do Sporting está fixado em 86, um registo obtido por Jorge Jesus na época 2015/16 mas que, ainda assim, não chegou para vencer o campeonato. O Benfica de Rui Vitória saiu vencedor.

Os leões têm, nesta temporada, 84 pontos, com duas jornadas por disputar. Podem, portanto, ainda atingir os 90 pontos, uma marca histórica mas que não chega para bater o recorde de todos os clubes - esse foi batido pelo FC Porto de Sérgio Conceição, em 2021/22. 

O Sporting já obteve o melhor registo de vitórias em casa, na Liga, da sua história. Em 16 jogos, ganharam sempre. Um número que só José Mourinho tinha conseguido com o FC Porto, em 2003/04. Se os leões ganharem diante do Chaves, na última jornada, estabelecem um novo máximo para 17 triunfos. 

Quanto ao registo de golos, é complicado igualar aqueles conseguidos na era dos Cinco Violinos, com o máximo estabelecido em 1946/47 (com uns estonteantes 160 golos). Ainda assim, pode, com alguma dificuldade, bater o melhor registo do século XXI. A equipa soma 92, menos 11 do que o Benfica de Rui Vitória e Bruno Lage, em 2018/19. Teria de golear nos dois últimos jogos.

Registos individuais (de Gyokeres e Rúben Amorim) em vista

Quanto ao registo goleador, Viktor Gyokeres foi uma verdadeira sensação, mas a verdade é que já dificilmente irá bater o recorde de tentos numa só temporada. Leva 41 golos, mas essa marca já foi ultrapassada por Jesus Correia, Manuel Soeiro, Yazalde, Jardel e Peyroteo (55). 

Mas o treinador Rúben Amorim pode tornar-se, no dia 26 de maio, no Jamor, no treinador mais titulado do Sporting, a par do húngaro Joseph Szabo. Tem cinco títulos, em quatro temporadas, enquanto o símbolo sportinguista soma seis, mas em onze épocas, na transição da década de 30' para 40' e, num segundo momento, de 40' para 50' do século passado.

Leia Também: Sporting vai receber troféu de campeão na última jornada, em Alvalade

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório