Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 29º

Banif: Lesados pedem implementação do Fundo de Recuperação de Crédito

A Associação dos Lesados do Banif (ALBOA) pediu ao Governo a implementação de uma solução para os clientes prejudicados, solicitando a implementação do Fundo de Recuperação de Crédito, segundo um comunicado hoje divulgado.

Banif: Lesados pedem implementação do Fundo de Recuperação de Crédito
Notícias ao Minuto

17:17 - 23/04/21 por Lusa

Economia Banif

No documento, a ALBOA questiona "do que é que o Governo está à espera para honrar as palavras do primeiro-ministro [António Costa] e dar cumprimento ao Relatório de Peritos e às Resoluções aprovadas".

"Recorde-se que a Assembleia Legislativa da Madeira aprovou esta semana, por unanimidade, uma Resolução no sentido de o Governo solucionar o caso dos Lesados do Banif criando o, há muito aguardado, Fundo de Recuperação de Crédito", refere a ALBOA em comunicado.

Os lesados do banco madeirense recordam que a resolução aprovada "junta-se a outras quatro no mesmo sentido, três da Assembleia da República e uma da Assembleia Legislativa dos Açores, quase todas aprovadas por unanimidade (a dos Açores foi por maioria)".

Assim, segundo a ALBOA, criou-se "um pleno a nível nacional (não só de todos os órgãos legislativos mas também de todas as forças partidárias), para que o caso dos Lesados do Banif tenha solução urgente".

A associação recorda ainda "as declarações públicas do primeiro-ministro no Funchal, em que considerou os lesados do Banif como "pessoas que foram enganadas" e que "precisam de uma solução".

A ALBOA entende como "uma desculpa" o pedido de um parecer ao Banco de Portugal, pelo Governo, sobre expectativas de recuperação de créditos, "dado que não compete ao Banco de Portugal a criação de Fundos de Recuperação de Créditos junto da CMVM, como, aliás, em casos anteriores (lesados do BES) esta entidade não foi consultada para tal".

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório