Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 19º

Edição

Secretários de Estado disponíveis para voltar a falar com 'A Pão e Água'

O ministro da Economia disse hoje que os secretários de Estado do Comércio e do Turismo estão disponíveis para voltar a falar com representantes do movimento "A Pão e Água" sobre as suas reivindicações.

Secretários de Estado disponíveis para voltar a falar com 'A Pão e Água'
Notícias ao Minuto

15:27 - 03/12/20 por Lusa

Economia Covid-19

"O diretor da Associação Nacional das Discotecas já teve duas reuniões com o secretário de Estado do Comércio Serviços e Defesa do Consumidor e com a secretária de Estado do Turismo", afirmou o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira.

Segundo o governante, os secretários de Estado "já reiteraram a disponibilidade para voltar a falar".

Pedro Siza Vieira apontou que foi em resultado dessas reuniões com associações que representam o setor da animação noturna que o secretário de Estado João Torres tomou medidas, "que podem ser pouco valorizadas, mas que podem fazer diferença", como a abertura de discotecas para outros fins, como por exemplo, restauração, o acesso de mais empresas ao 'lay off' simplificado, isenção de TSU e parte do programa Apoiar.pt com uma majoração para estabelecimentos de bebidas.

"Vamos continuar a falar e a equacionar medidas", afirmou o governante, que disse acreditar que se chegou a um "impasse".

"Eu acho que está aqui criada uma espécie de um impasse. Como todos perceberão, aquilo que cada associação pede é diferente do que outras pedem e não é possível chegar, com a disponibilidade que o Estado português tem, a todos os casos, mas é possível ponderar interesses", afirmou Siza Vieira.

O ministro da Economia disse, ainda, ver "com bons olhos" a iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa, que lançou um programa adicional de apoio a empresas do comércio e da restauração.

Siza Vieira reiterou que a "disponibilidade do Governo para contactar com as associações todas é total" e, pela sua parte, disse estar sempre à disposição para contactar com as confederações onde estão representadas aquelas associações.

O movimento "A Pão e Água", em greve de fome em frente à Assembleia da República, voltou hoje a criticar o Governo, classificando como "birra" o facto o executivo não os receber em audiência, contrariando o Governo.

Na quarta-feira, o Governo disse ser "falso" que se tenha recusado a receber os manifestantes ao contrário das afirmações de alguns dos seus membros na comunicação social.

O gabinete do ministro de Estado, da Economia e Transição Digital lembrou que, em 18 de novembro, o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor (SECSDC) e a secretária de Estado do Turismo reuniram com a Associação Nacional de Discotecas, "representada por José Gouveia e Alberto Cabral", duas das pessoas "que se encontram em protesto em frente à Assembleia da República".

Leia Também: A Pão e Água. "É falso que Governo tenha recusado receber manifestantes"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório