Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Figueira Film Art arranca no final de agosto com 115 filmes em competição

A 5.ª edição do festival de cinema Figueira Film Art realiza-se de 27 de agosto a 2 de setembro, na Figueira da Foz, contando com 115 filmes em competição.

Figueira Film Art arranca no final de agosto com 115 filmes em competição
Notícias ao Minuto

22:02 - 18/07/18 por Lusa

Cultura Coimbra

O festival contou com 253 filmes a concurso de 40 países diferentes, tendo sido selecionados 115 filmes para a competição, que vão ser exibidos de 27 a 31 de agosto, no Centro de Artes e Espetáculos (CAE) da Figueira da Foz, disse à agência Lusa o diretor do Figueira Film Art, Luís Albuquerque.

Dos filmes selecionados, há 11 de ficção, oito documentários, 24 curtas de ficção e documentário, 30 obras criadas em contexto escolar e 42 videoclips.

Face à qualidade dos filmes que foram criados em contexto escolar que a organização tem recebido, o festival abriu também a possibilidade de estas obras poderem ser premiadas com a distinção de melhor filme, referiu Luís Albuquerque.

A cerimónia de abertura vai contar com a exibição do filme "French Cancan", do realizador Jean Renoir, numa versão restaurada do filme lançado em 1954.

Este ano, o padrinho do festival é Paulo Fragoso, presidente da Academia Portuguesa de Cinema, cuja cerimónia de homenagem, no CAE, a 31 de agosto, é seguida de um colóquio subordinado ao tema "Apoio ao Audiovisual em Portugal".

A 29 de agosto, o Casino Figueira recebe uma cerimónia de homenagem a três figueirenses que se distinguiram na área da cultura, sendo que para esta edição foram escolhidos Gonçalo Cadilhe, Alexandra Curado e Gouveia de Carvalho.

A cerimónia de encerramento decorre a 1 de setembro, no CAE, onde vão ser entregues os prémios e, no dia seguinte, serão exibidos os filmes vencedores da 5.ª edição do festival, num evento com a participação da Orquestra de Jazz do CAE.

Passados cinco anos da primeira edição, Luís Albuquerque espera agora que o festival possa dar o salto em 2019.

"Para a sexta edição temos que ver se vale a pena ou não. Para mim, só fará sentido continuarmos se pudermos dar um salto para ser um festival muito mais abrangente e, para isso, precisamos de um patrocinador principal", salientou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório