Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 14º MÁX 27º

É uma "anedota" dizer que o MAS "não é um partido sério" e votar no Livre

A posição surge após a deputada não inscrita, eleita em 2019 pelo Livre, ter apelado ao investimento “em partidos de Esquerda e em pessoas de Esquerda fora do BE e da CDU”.

É uma "anedota" dizer que o MAS "não é um partido sério" e votar no Livre
Notícias ao Minuto

09:37 - 26/01/22 por Notícias ao Minuto

Política Joacine Katar Moreira

Joacine Katar Moreira considerou, esta quarta-feira, no Twitter, que é uma “anedota” votar “alegremente no Livre” mas dizer que o Movimento Alternativa Socialista (MAS) “não é um partido sério”.

A posição surge após a deputada não-inscrita, eleita em 2019 pelo Livre, ter apelado ao investimento “em partidos de Esquerda e em pessoas de Esquerda fora do BE e da CDU” e de ter revelado que iria votar no MAS nas eleições do próximo domingo. 

“Ver gente que vai votar alegremente no Livre dizer que o MAS não é um partido sério, é outra anedota”, escreveu esta quarta-feira na rede social.  “Assim como é duro para a malta do Porto ver as festinhas por aqui ao gato Albino [de Rui Rio], quando tem memórias de demolições e sofrimento”, acrescentou.

Na origem da publicação está um cartaz do MAS sobre prisões e as críticas na rede social. Joacine afirmou não se rever “nessa lógica punitivista nem no estilo do mesmo” e frisou que irá votar no MAS “porque não há partido ‘sem mas’ em Portugal”.

E acrescentou: “Há tempos também vi um cartaz sobre a corrupção com grafismo tipo chega e afinal era de um partido de esquerda. Não incidia sobre cenas tão graves mas também confundia um pouco o pessoal”.

Ontem, a deputada revelou ter decidido votar no MAS porque querer ver a cabeça de lista, Renata Cambra, no Parlamento, “uma mulher de Esquerda com voz e que ainda acredita em mudanças profundas”.

Leia Também: Votem nos "partidos que vos possam defender", apela Joacine Katar Moreira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório