Meteorologia

  • 07 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Candidatos dividem-se entre Lisboa e o Norte em dia de voto antecipado

Os candidatos presidenciais entram hoje na segunda metade campanha oficial divididos entre Lisboa e o Norte, num dia em que 246 mil pessoas podem ir às urnas no voto antecipado.

Candidatos dividem-se entre Lisboa e o Norte em dia de voto antecipado
Notícias ao Minuto

06:30 - 17/01/21 por Lusa

Política Presidenciais

Em campanha por Lisboa, a socialista Ana Gomes é a candidata mais madrugadora neste domingo, visita às 09:30 os Bombeiros Voluntários de Carnaxide, duas horas depois a corporação de Odivelas e antes de almoço terá um encontro de trabalho na PSP de Loures.

À tarde, a candidata com o apoio do PAN e Livre reúne-se com a Associação de Moradores do Bairro dos Navegadores, Oeiras, antes de terminar o dia com uma sessão "on-line" para falar sobre um "país socialmente justo, para todas as gerações" com Elísio Estanque, sociólogo e professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Inês Sousa Real, líder parlamentar do PAN.

Também por Lisboa, onde é vereador, o comunista João Ferreira, apoiado pelo PCP e PEV, vai de manhã à Voz do Operário para um encontro sobre habitação, à tarde tem contactos com trabalhadores de grandes superfícies comerciais, junto ao El Corte Inglés, com associações populares em Loures e participa num encontro "on-line" sobre a saúde mental de crianças e jovens em tempos de pandemia.

O candidato comunista regressa a Lisboa ao fim da tarde para mais um encontro, desta vez sobre direitos da juventude.

No dia em que é possível começar a votar, através do voto antecipado em mobilidade - uma semana antes das eleições - João Cotrim Figueiredo, deputado e líder da Iniciativa Liberal vai exercer o seu direito cívico e depois encontra-se com o candidato do partido, Tiago Mayan, junto ao Padrão dos Descobrimentos, antes de cada um ir fazer uma corrida junto ao Tejo.

A outra candidata da esquerda, Marisa Matias, apoiada pelo BE, estará no Porto para um encontro pela manhã com precários do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a meio da tarde participa num comício virtual onde também discursará o ex-líder dos bloquistas Francisco Louçã.

Ainda mais a Norte, em Guimarães e Braga, o candidato apoiado pelo Chega, André Ventura, faz dois um comício, um à tarde, em Guimarães, e outro em Braga, ao início da noite.

Quem continua com a campanha mais confinada é Vitorino Silva, conhecido por Tino de Rans, que para hoje só tem prevista uma conversa "on-line" com emigrantes portugueses espalhados pelo mundo.

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente e recandidato, com o apoio do PSD e CDS-PP, não divulgou agenda de campanha para hoje.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena pandemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976. A campanha eleitoral decorre até 22 de janeiro.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Leia Também: Mais de 246 mil eleitores começam hoje a votar para as Presidenciais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório