Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

PSD quer ouvir reitor da Universidade de Lisboa "com urgência"

Os deputados do PSD querem ouvir no parlamento o reitor da Universidade de Lisboa antes da discussão do Orçamento do Estado, tendo em conta as críticas de Cruz Serra às políticas aplicadas ao ensino superior.

PSD quer ouvir reitor da Universidade de Lisboa "com urgência"
Notícias ao Minuto

12:19 - 24/09/18 por Lusa

Política Cruz Serra

O grupo parlamentar do PSD apresentou hoje um requerimento ao presidente da Comissão de Educação e Ciência para a audição, com caráter de urgência, do reitor da Universidade de Lisboa, António Manuel da Cruz Serra, que na semana passada condenou a política do Governo e do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

A sessão de abertura do ano académico, que se realizou na semana passada, coincidiu com a última aula do Presidente da República e ficou marcada pelas declarações de Cruz Serra, que reprovou o encerramento de vagas para alunos, lamentou a falta de financiamento e atacou à autonomia universitária, entre outras críticas.

Para o PSD, a análise feita por Cruz Serra à postura e trabalho governativo merecem a atenção dos partidos políticos e "uma profunda reflexão e discussão na Assembleia da República", que deve acontecer antes da discussão do próximo Orçamento do Estado.

Os deputados lembram que o ensino superior foi confrontado com "um Orçamento para 2019 que sobrecarrega as instituições com despesas financeiras não compensadas pelo Estado e sobre o qual as instituições de ensino superior já começaram a manifestar o seu desagrado".

Dando como exemplo o anúncio de aumentos salariais, o PSD acusa o executivo de se "esconder de forma covarde no momento de assumir o pagamento da conta, atirando o problema para o colo das instituições", lê-se no requerimento hoje entregue.

No mesmo sentido, os sociais-democratas lembram a política de estímulo ao emprego científico que foi "sucessivamente adiada até ao último ano de Governo" e depois "de anúncios sucessivos de contratações de 5 mil investigadores, o Governo optou por esconder-se novamente atrás das instituições na abertura dos concursos".

O processo de regularização de precários (PREVPAP), a falta de oferta de alojamento estudantil ou a nova política de vagas de acesso ao ensino superior são outros dos temas sobre os quais os deputados querem ouvir a opinião do reitor.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório