Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2018
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 18º

Edição

Debate sobre Estado da Nação? "Foi mais do mesmo"

Após um de debate do Estado da Nação que "não teve história", o comentador optou por aproveitar o seu espaço de comentário para destacar os principais pontos positivos e negativos do país na atualidade.

Debate sobre Estado da Nação? "Foi mais do mesmo"
Notícias ao Minuto

23:48 - 15/07/18 por Pedro Filipe Pina 

Política Estado da Nação

Numa semana marcada pelo debate do Estado da Nação, Marques Mendes optou por não dar particular atenção ao debate em si, aproveitando o seu comentário deste domingo na antena da SIC para destacar os pontos positivos e negativos da vida do país.

“Sobre o debate não retive assim nada de propriamente positivo, acho que foi mais do mesmo, não teve história”, explicou.

Ao invés, Marques Mendes preferiu dar conta da sua opinião sobre o Estado da Nação, opinião essa que, realçou, procurou fazer “com a maior objetividade possível”.

Relativamente a aspetos positivos, há seis que destaca, a saber:

A imagem do país, algo que Marques Mendes especifica referindo-se à credibilidade que se vê por exemplo em eleições para cargos internacionais, nomeadamente de António Guterres (Nações Unidas), Mário Centeno (Eurogrupo) e António Vitorino (Organização Internacional das Migrações).

Em segundo, o crescimento económico acima de 2%, “comparando com o passado recente, é muito bom”, surgindo em em terceiro lugar, a taxa de desemprego “felizmente baixa”, o que é “um grande ponto a favor do Governo”.

Em quarto, o social-democrata destaca o défice próximo de zero, “ou seja, ter as contas públicas completamente equilibradas”, o que será “um trunfo eleitoral do Governo”.

Em quinto, e embora haja alguns sinais de desaceleração, o crescimento das exportações e do setor do turismo.

Fechando os pontos positivos do país, Marques Mendes coloca em sexto lugar a melhoria do estado da banca. “A banca passou por maus bocados, continua a ter um problema de rentabilidade por causa do crédito malparado, mas hoje está muito mais sólida”.

Já no âmbito de aspetos negativos, há cinco que o comentador da SIC destaca:

Em primeiro, “uma dívida pública demasiado alta”, algo que “é mesmo a grande falha do Governo e do país”.

Em segundo, há 20 países europeus a crescer mais do que Portugal, o que quer dizer que “em termos relativos” o país está a perder.

Em terceiro entre os pontos negativos, Marques Mendes destaca a excessiva carga fiscal, enquanto em quarto lugar o comentador refere aquele que vê como “o maior calcanhar” [de Aquiles] do Governo, tanto política como socialmente: o estado da saúde em Portugal.

Em quinto, e a fechar, a ausência de reformas. “Este é um Governo que aposta muito nas reversões, na devolução de rendimentos, mas não faz reformas, não faz medidas de fundo. É o preço a pagar pela existência da ‘geringonça’, mas evidentemente um dia isto tem de ser revertido, que Portugal precisa de reformas”, finalizou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.