Meteorologia

  • 22 JUNHO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 21º

Edição

Ministério Púbico acusa dois GNR de sequestro por "detenção ilegal"

O Ministério Público (MP) acusou dois militares da GNR de Terras de Bouro de um crime de sequestro, pela alegada "detenção ilegal" de dois cidadãos em celas daquele posto, divulgou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto (PGDP).

Ministério Púbico acusa dois GNR  de sequestro por "detenção ilegal"
Notícias ao Minuto

22:35 - 03/02/18 por Lusa

País Terras do Bouro

Em nota publicada na sua página na Internet, a PGDP acrescenta que um dos arguidos está também acusado de um crime de peculato, "por usar os serviços da GNR para ferrar o seu próprio cavalo".

Em relação ao crime de sequestro, a acusação refere que, no dia 7 de junho de 2013, os arguidos, no âmbito de diligências de investigação relacionadas com um furto, "encarceraram nas celas" dois cidadãos que tinham anuído a ali comparecer para prestar esclarecimentos".

Segundo o MP, os cidadãos foram encarcerados "sem qualquer justificação".

Ainda de acordo com a acusação, os cidadãos estiveram fechados em celas separadas durante quatro horas, um, e quatro horas e meia, o outro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.