Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 8º MÁX 9º

Edição

Castanheira de Pera: "Isto está uma situação catastrófica. Está caótica"

O presidente da Câmara de Castanheira de Pera, Fernando Lopes (PS), um dos concelhos do distrito de Leiria afetados pelo incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande, descreveu a situação que se vive como "caótica" e "catastrófica".

Castanheira de Pera: "Isto está uma situação catastrófica. Está caótica"
Notícias ao Minuto

05:45 - 18/06/17 por Lusa

País Câmara

"Isto está uma situação catastrófica. Está caótica", disse, por telefone, à agência Lusa.

Afirmando ter "infelizmente" registo de vítimas mortais e de feridos no seu concelho, Fernando Lopes não soube, contudo, precisar as vítimas ou as casas ardidas.

"Não tem havido comunicações e isso dificultou muito. Temos muitas casas ardidas em várias localidades, mas não sei quantas ao certo", disse.

O autarca frisou ainda que o fogo "não dá sinais de querer abrandar" e que têm "poucos meios" a combatê-lo.

"Todos temos ajudado e todos somos poucos", lamentou o presidente da câmara.

O fogo deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão (distrito de Leiria), e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos.

Segundo a página da Proteção Civil na internet, as operações mobilizam esta madrugada 692 operacionais e 224 viaturas.

De acordo com o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, este incêndio causou 25 mortos, todos civis, 11 feridos civis e cinco bombeiros, dois deles com gravidade.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório