Duas mulheres atacadas com martelo em cartório. Agressor pôs-se em fuga

Duas mulheres ficaram hoje feridas com gravidade ao serem agredidas com um martelo por um homem, que se pôs em fuga, num cartório, em Vendas Novas, no distrito de Évora, disse à agência Lusa fonte da GNR.

© D.R.
País Vendas Novas

De acordo com a mesma fonte, a tentativa de homicídio ocorreu cerca das 16:40, quando um casal, acompanhado pela advogada da mulher, se encontrava num cartório da cidade de Vendas Novas para oficializar o divórcio.

PUB

Na fase em que tratavam das partilhas, e por desacordo, o homem "descontrolou-se" e, com um martelo que transportava numa mala, agrediu a ex-mulher na cabeça e no corpo, relatou a fonte.

Depois, ao "intervir para defender a sua cliente", segundo a GNR, a advogada também foi agredida na cabeça com o martelo, tendo o homem, entre os 40 e 50 anos, fugido.

Fonte do Comando Distrital de Operações Socorro (CDOS) adiantou à Lusa que as duas mulheres foram transportadas em estado grave para as urgências do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

A guarda está a procurar o homem.

Segundo o CDOS, o alerta para a tentativa de homicídio foi dado às 16:41, tendo sido mobilizados os Bombeiros de Vendas Novas, GNR e a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Évora, num total de nove operacionais, apoiados por cinco veículos.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS