Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 14º

Estreia "HÚÚÚMUS!!!" e realça importância das minhocas no ecossistema

A companhia Peripécia Teatro estreia a 21 de outubro, na aldeia de Benagouro, Vila Real, a peça "HÚÚÚMUS!!!", uma história que realça a importância das minhocas nos ecossistemas e alerta para a proteção ambiental, foi hoje anunciado.

Estreia "HÚÚÚMUS!!!" e realça importância das minhocas no ecossistema
Notícias ao Minuto

09:42 - 30/09/22 por Lusa

Cultura Peripécia Teatro

Com este espetáculo de humor, dirigido a toda a família, a companhia pretende "vincar o compromisso às questões relacionadas com a proteção ambiental".

"HÚÚÚMUS!!!" é, segundo explicou a Peripécia, em comunicado, "uma história sobre minhocas, que começa uns centímetros abaixo do chão".

"Partindo de uma fábula gráfica, o espetáculo pretende realçar a importância das minhocas nos ecossistemas, procurando ainda potenciar a reflexão sobre o pouco valor que, por vezes, é dado aos que desempenham funções vitais na sociedade, como é o caso destes pequenos seres invertebrados", salientou.

Para a construção do espetáculo, a Peripécia Teatro disse que encontrou "uma linguagem teatral que mescla o teatro de absurdo e a manipulação de objetos, apelando à constante imaginação e libertação da criatividade dos espetadores".

A peça foi inspirada na obra "Há um Cabelo na Minha Terra", de Gary Larson, e, depois da estreia a 21 de outubro, repetem-se espetáculos nos dias 22 e 23, no centro cultural e recreativo de Benagouro.

"HÚÚÚMUS!!!"segue depois em digressão, passando por Bragança, Fundão, Oliveira de Azeméis, Vila Real e Tondela.

O texto foi adaptado por Sérgio Agostinho e Noélia Domínguez, que, conjuntamente com Patrícia Ferreira, também interpretam o espetáculo.

A dramaturgia e direção estão a cargo de José Carlos Garcia.

A Peripécia é uma estrutura financiada pela Direção-geral das Artes (DGARTES) que está sediada na antiga escola primária da aldeia de Coêdo e, desde julho, possui um novo espaço de criação artística no centro recreativo e cultural de Benagouro, na freguesia de Vilarinho de Samardã, ambos no concelho de Vila Real.

No seu portefólio, a companhia possui ainda peças como "Vincent, Van e Gogh", "1325", "Novecentos - o pianista do oceano", "A cores", "Sou do tamanho do que vejo", "13", "Fardo, "O ensaio dos abutres", "Icebergue -- o último espetáculo" ou "A Peça (Em 4 Turnos)".

Impulsiona ainda o projeto "Conto Contigo", que se traduz em sessões de contos para o público, em Sabrosa, e o festival "Lua Cheia -- Arte na Aldeia" que coloca a arte em diálogo com a comunidade rural.

Leia Também: Espetáculo que aborda escassez de água no futuro estreia em Coimbra

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório