Meteorologia

  • 28 JULHO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 29º

Edição

Pediu ajuda a vizinha para tratar corte e forçou-a depois a atos sexuais

Caso aconteceu em setembro do ano passado. Arguido foi agora condenado a três anos de pena de prisão.

Pediu ajuda a vizinha para tratar corte e forçou-a depois a atos sexuais

A Procuradoria-Geral Regional de Lisboa informa, através de uma nota publicada no site,  que o Juízo Central Criminal de Cascais condenou um arguido a três anos de prisão efetiva pela prática de um crime de coação sexual e ainda ao pagamento de 10 mil euros  à vítima.

O crime em causa aconteceu em setembro do ano passado. O Tribunal deu como provado que o arguido, vizinho da vítima, dirigiu-se à residência desta e pediu ajuda para tratar de um corte que tinha na mão esquerda. Perante a situação, a ofendida deixou-o entrar na sua residência e fez-lhe um curativo. 

Depois disso, "o arguido forçou a vítima a manter contactos de cariz sexual, contra a sua vontade, através da força física, para satisfazer os seus instintos libidinosos", refere a nota da PGDL, adiantando que o arguido se encontra em prisão preventiva. 

Leia Também: Lisboa. Detido homem que tentou matar alegado agressor da avó

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório